PUBLICIDADE
Topo

Sobe para 88 o número de mortos por incêndios na Grécia

28/07/2018 09h25

Atenas, 28 jul (EFE).- O número de mortos pelos incêndios da última segunda-feira no litoral leste da região de Ática, na Grécia, os mais mortíferos registrados na Europa neste século, subiu para 88, segundo o último relatório oficial publicado neste sábado.

A última vítima mortal foi uma mulher de 42 anos que estava internada no hospital em estado crítico.

O Ministério da Saúde do país europeu informou hoje que 48 pessoas permanecem hospitalizadas, entre elas duas crianças que evoluem favoravelmente e podem receber alta no início da semana.

Por outro lado, nove dos feridos continuam em estado crítico.

Após as autópsias realizadas pelos médicos legistas, foram identificadas até o momento um pouco mais de dez pessoas.

Entre elas estão as gêmeas de nove anos cujos pais ainda tinham esperanças de encontrá-las com vida, e cujo desaparecimento tinha desencadeado uma grande operação de busca.

O pai chegou a fazer o reconhecimento das meninas em uma barca que recuperou várias pessoas no dia do incêndio.

No entanto, o episódio se tratou de uma confusão e as meninas foram encontradas mortas junto com seus avôs na casa de veraneio da família em Mati, a cidade que acumula todas as vítimas fatais.

As meninas tinham se deslocado para Mati naquele mesmo dia com seus avôs enquanto os pais permaneciam em Atenas.

Hoje continuam os trabalhos de limpeza das áreas afetadas e a inspeção das casas em busca de possíveis vítimas e para avaliar o estado das construções.

O governo grego informou ontem que cerca de 40 pessoas dadas por desaparecidas tinham retornado às suas casas.

Até o momento, os peritos inspecionaram 3.505 imóveis atingidos pelos incêndios, dos quais 998 foram declarados em ruína e 794 temporariamente inabitáveis, segundo os últimos dados do Ministério de Infraestrutura da Grécia.