PUBLICIDADE
Topo

Número de mortos em incêndios na Grécia aumenta para 85

26/07/2018 11h37

Atenas, 26 jul (EFE).- O número de mortos por causa dos incêndios na região de Ática, na Grécia, os mas fatais registrados na Europa neste século, chegaram a 85, depois da morte de um dos feridos e a descoberta de dois corpos.

Segundo indicaram as autoridades de saúde, um homem de 73 anos que estava hospitalizado por causa das queimaduras que sofreu, morreu hoje ao meio-dia.

As equipes de resgate descobriram, além disso, dois corpos na cidade litorânea de Mati, epicentro da catástrofe e local no qual foram registradas a totalidade das vítimas fatais.

A porta-voz do Corpo de Bombeiros do país, Stavrula Malliri, pediu aos familiares dos desaparecidos que se dirijam ao departamento de medicina legal da Universidade de Atenas para se informar sobre o procedimento seguido para identificar as vítimas.

Enquanto isso, continua a revista das casas nas zonas afetadas, e mais de 300 bombeiros, resgatistas e voluntários estão examinando uma a uma as casas arrasadas pelo fogo.

Em torno de 65% das casas da região afetada já foram analisadas, e, segundo disse esta manhã o ministério de Infraestruturas, quase a metade delas se tornaram inabitáveis.

Enquanto os incêndios na área já parecem estar controlados, fortes chuvas causaram estragos no norte de Atenas, onde os bombeiros tiveram que atender centenas de chamadas de ajuda e as ruas se transformaram em verdadeiros rios.