PUBLICIDADE
Topo

Governo grego encontra indícios de atos criminosos em incêndios

26/07/2018 17h21

Atenas, 26 jul (EFE).- O ministro de Ordem Pública da Grécia, Nikos Toskas, afirmou nesta quinta-feira que foram encontrados "indícios de atos criminosos" em dois dos graves incêndios que já deixaram 83 mortos desde a segunda-feira na região ateniense de Ática, segundo dados oficiais.

"Há sérios indícios de um dedo criminoso, mas as investigações estão em andamento", explicou Toskas, que também revelou uma "descoberta suspeita" em Mati, local onde ocorreram as mortes.

Os fortes ventos nessa área provocaram uma "situação extraordinária" e dois focos arrasaram a população em apenas uma hora e meia, segundo comentaram em entrevista coletiva Toskas; o porta-voz do governo, Dimitris Tzanakopulos; o chefe da polícia grega, Konstantinos Tsuvalas; e o chefe do Corpo de Bombeiros, Sotirios Terzudis.

Tzanakopulos ressaltou que a investigação tem sido realizada com a ajuda de imagens via satélite, solicitadas à Nasa, ao Programa de Observação Espacial da União Europeia e outras entidades internacionais a pedido do primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras.

As imagens mostraram como não só o incêndio de Mati, mas também o de Kineta, em uma área florestal ao oeste de Atenas, foram provavelmente provocados. Lá, em menos de meia hora, foram noticiados 13 focos diferentes, todos alinhados paralelamente à estrada, segundo as fotos e vídeos dos satélites.

Ao ser perguntado se esta crise poderia ter sido administrada de outra forma, o ministro de Ordem Pública explicou que ofereceu a própria renúncia "por consciência" e que o primeiro-ministro a rejeitou.

"Não há ações sem erros. Logo chegará o momento em que falaremos dos erros, mas também devemos levar em conta as condições meteorológicas extremas", ressaltou.

Diante das criticas por não ter evacuado a população de Mati, o porta-voz do governo ressaltou a impossibilidade de empreender este tipo de ação em tão pouco tempo, uma vez que os incêndios se propagaram com muita velocidade, empurrados por ventos que superaram os 100 quilômetros por hora.