PUBLICIDADE
Topo

Autoridades advertem para alta atividade sísmica em vulcão em Galápagos

22/06/2018 22h54

Quito, 22 jun (EFE).- Uma atividade sísmica alta, que pode ser precursora de um evento eruptivo, foi detectada em torno do vulcão Sierra Negra, no sul da Ilha Isabela, a maior do arquipélago de Galápagos, informou nesta sexta-feira o Instituto Geofísico (IG) da Escola Politécnica Nacional do Equador.

Este vulcão apresenta uma grande atividade sísmica desde meados de 2016, mas nas últimas horas aumentou esse comportamento, segundo afirmou o IG em um relatório especial divulgado hoje.

Um dos últimos tremores alcançou uma magnitude de 4,2, acrescentou o IG, detalhando que o aumento da atividade sísmica poderia ser precursor de atividade eruptiva.

O Instituto esclareceu ainda que "não se pode prever quando ocorrerá uma erupção" e afirmou que continua com um processo de vigilância sobre a situação no Sierra Negra, cuja última erupção ocorreu em outubro de 2005.

A atividade deste vulcão se soma à registrada há alguns dias no vulcão La Cumbre, da Ilha Fernandina, vizinha de Isabela, que emitiu fluxos de lava que chegaram até as margens do mar.

A Fernandina é uma ilha desabitada, embora abrigue uma fauna autóctone composta por iguanas terrestres e marinhas, roedores endêmicos, cobras, pinguins e fringilídeos de Darwin.

O arquipélago de Galápagos fica mil quilômetros ao oeste do litoral continental do Equador e é formado por 13 ilhas que contam com vários cones vulcânicos, os maiores em Isabela e Fernandina.

Em Isabela se encontram os vulcões Wolf, Darwin, Alcedo, Cerro Azul e Sierra Negra, enquanto em Fernandina fica o vulcão do mesmo nome (Fernandina), conhecido também como La Cumbre.