Topo

Lançamento de satélite brasileiro é adiado por greve em empresa europeia

21/03/2017 17h19

(Atualiza com novo atraso).

Paris, 21 mar (EFE).- Uma greve obrigou a empresa europeia Arianespace a atrasar em 48 horas o lançamento de um foguete Ariane 5, que colocaria em órbita um satélite brasileiro da operadora Telebras e outro coreano.

O lançamento inicial estava previsto para ocorrer na noite desta terça-feira e, em um primeiro momento, tinha sido atrasado apenas por um dia por causa do protesto.

A sequência da manifestação fez com que a transferência de uma parte de um foguete não pudesse ser realizada hoje, o que fez a companhia adiar o lançamento por mais 24 horas.

Se a situação permitir, a nova decolagem está programa para a próxima quinta-feira, entre 20h31 e 23h20 GMT (17h31 e 20h31 em Brasília).

O lançamento deve colocar em órbita o satélite SGDC da sociedade VISIONA Tecnologia Espacial S.A. para a operadora brasileira Telebras e também o KOREASAT-7, para a operadora coreana Ktsat, acrescentou a Arianespace.

Tilt