PUBLICIDADE
Topo

Satélite capta vibração do terremoto que devastou o Japão em 2011

Em Paris

08/03/2013 18h19

As vibrações geradas pelo terremoto que causou o devastador tsunami n o Japão no dia 11 de março de 2011 foram captadas pelo satélite de observação Goce, informou a Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês).

Segundo as conclusões dos cientistas que analisaram os dados, o Goce detectou as ondas de som procedentes do terremoto que causou o tsunami quando elas passaram por sua órbita, a aproximadamente 270 quilômetros da Terra, afirmou a ESA em comunicado.

Os acelerômetros do satélite registraram o deslocamento vertical da atmosfera circundante da mesma forma que os sismógrafos registram terremotos na superfície da Terra. Isso aconteceu porque grandes abalos sismícos "fazem com que a superfície do planeta vibre como a pele de um tambor", explicou a ESA.

Esses terremotos dão origem a ondas de som que mudam de tamanho conforme se propagam pela atmosfera: de vários centímetros na superfície, passam a ter quilômetros em altitudes superiores a 200 quilômetros.

O Goce é equipado com um inovador instrumento que compensa instantaneamente qualquer alteração ou resistência que atravessa a atmosfera.

O satélite permanece ultraestável em baixa órbita para poder coletar "medidas" da gravidade terrestre. Graças a ele é possível deduzir a densidade atmosférica e os ventos verticais que passam por ele.

Rafael García, do Instituto de Pesquisa em Astrofísica e Planetologia, explicou que "os sismólogos estão especialmente emocionados com essas descobertas".

O motivo, segundo García, é que "eles eram os únicos cientistas da Terra sem um instrumento espacial que pudesse ser diretamente comparado com os utilizados em terra. Com esta nova ferramenta, já é possível se basear no espaço para compreender o que ocorre sob nossos pés".