Topo

América do Norte perdeu 3 bilhões de aves desde 1970

19/09/2019 17h46

Washington, 19 Set 2019 (AFP) - A população de aves na América do Norte diminuiu um quarto desde 1970, o equivalente a quase 3 bilhões de aves a menos, segundo um estudo publicado nesta quinta-feira (19) na revista Science.

A maior perda ocorre em áreas rurais, provavelmente devido à redução dos campos e pradarias e à extensão de terras de cultivos, bem como pelo uso de pesticidas que matam insetos, afetando toda a cadeia alimentar. Mas as aves em florestas e outros setores também estão em declínio.

Noventa por cento das perdas ocorreram em 12 famílias de aves encontradas nos Estados Unidos e no Canadá, incluindo pardais, papa-amoras, melros e pintassilgos.

Estas cifras são similares à diminuição observada em outros locais, particularmente na França, onde o Observatório Nacional de Biodiversidade calculou em 30% a diminuição das aves de campo entre 1989 e 2017.

Os patos e gansos são a grande exceção: suas populações, depois de terem sido ameaçadas, aumentaram desde 1970, graças à consciência dos caçadores que apoiaram as medidas de proteção, explicou à AFP um coautor do estudo, o ornitólogo Ken Rosenberg, da Universidade de Cornell e da American Bird Conservancy.

Mais Ciência