PUBLICIDADE
Topo

Fragatas do Pacífico podem voar durante meses sem pousar

Rogerio Cassimiro/Folhapress
Imagem: Rogerio Cassimiro/Folhapress

Em Washington

30/06/2016 21h35

As fragatas do Pacífico, grandes pássaros de cauda em formato de tesoura, podem voar durante mais de dois meses sem pousar durante suas migrações transoceânicas, revela um estudo publicado na quinta-feira na revista científica americana Science.

Estas aves enigmáticas, que dificilmente podem ser observadas, se alimentam de peixes-voadores e possuem longas asas que lhe dão envergadura, assim como uma capacidade excepcional de planar.

As fragatas aproveitam os favoráveis ventos alísios e as correntes ascendentes nas águas tropicais para voar e planar durante milhares de quilômetros, reduzindo ao máximo o bater de asas e o consumo de energia.

Para realizar o estudo, uma equipe de pesquisadores franceses dirigida por Henri Weimerskirch, do Centro Nacional de Pesquisa Científica da França, instalaram marcadores em fragatas na Ilha Europa, no Canal de Moçambique, um dos lugares de reprodução da espécie.

Cerca de 50 pássaros foram equipados com dispositivos capazes de medir simultaneamente e durante meses a posição GPS, a altitude, a frequência cardíaca e o bater de asas.

O estudo despertou, porém, algumas dúvidas, principalmente sobre a capacidade das fragatas de dormirem durante o voo e de resistir às condições extremas no interior das nuvens, assim como sobre a estratégia que empregam para evitar os ciclones tropicais durante seus périplos.