PUBLICIDADE
Topo

LG Velvet tem design elegante, mas falta 5G e potência para ser premium

Divulgação
Imagem: Divulgação

Renata Baptista

De Tilt, em São Paulo

21/01/2021 04h00

O LG Velvet é considerado pela empresa sul-coreana como um premium com foco em design elegante e minimalista e na sua grande tela. Em nossa análise, esses pontos fortes se confirmaram. Mas pontos como o processador antigo e a ausência da tecnologia 5G o impedem de alcançar o patamar top de linha —está mais para um bom celular intermediário-premium. Ainda assim, entrega resultados bem satisfatórios para o grande público.

O aparelho tenta inaugurar uma nova era nos smartphones da marca —a começar pelo nome, que não traz a combinação de letras e números usados normalmente em seus modelos, como LG K41S, K51S ou K61.

O nome também dá uma pista sobre as novas pretensões da empresa no setor de celulares. A linha LG V, que não é comercializada aqui no Brasil, é a premium da marca, e a escolha do nome Velvet surge com essa referência.


Divulgação

LG Velvet

Preço

R$ 4.299 R$ 2.799 (a partir de, em lojas de varejo) Comprar
TILT
4,0 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

A tela tem 6,8 polegadas (17,3 cm) com tecnologia P-OLED e resolução Full HD+ (2460 x 1080 pixels)

O som é estéreo e potente

Com 16 MP, apresenta resultados satisfatórios --mas poderia render melhor em ambientes com pouca luz

O conjunto entrega boas fotos

Tem um bom estabilizador, mas o foco é meio lento

O processador é antigo, mas isso não compromete o desempenho

O aparelho pesa apenas 180 gramas

Em uso normal, é possível passar um dia inteiro sem precisar carregar. O carregador poderia ser mais rápido

O formato vertical atrapalha o uso com uma só mão

O design é minimalista e elegante

O preço de lançamento ficou bem acima dos concorrentes diretos

Pontos Positivos

  • Bateria eficiente
  • Leveza
  • Design elegante
  • Tela grande e com boa qualidade de imagem

Pontos Negativos

  • Não tem acesso a 5G
  • Preço de lançamento alto
  • Processador antigo
  • Sem fones de ouvido na caixa

Veredito

O design é elegante e o conjunto de câmeras, mesmo sem inovação, entrega bons resultados. O processador, mesmo sendo antigo, garante um bom desempenho. A ressalva é o preço alto de lançamento e o fato de não permitir acesso a 5G. Mas, quando o valor cair, pode ser um aparelho na disputa entre os melhores intermediários

LG Velvet - cores - Divulgação - Divulgação
Cores disponíveis no Brasil
Imagem: Divulgação

O LG Velvet tem um design minimalista e bem elegante, com cores charmosas. No Brasil, ele está disponível em Aurora Gray (cinza escuro, para os mais discretos), Aurora White (branco perolado) e Ilusion Sunset (degradê de amarelo e vermelho, que lembra o pôr-do-sol) em tons iridiscentes —que parecem refletir as cores do arco-íris.

LG Velvet - espessura - Renata Baptista/Tilt - Renata Baptista/Tilt
Aparelho possui apenas 7,9 mm de espessura
Imagem: Renata Baptista/Tilt

O telefone é bem leve —são apenas 180 gramas. Ele tem o mesmo corpo de metal com traseira em vidro de celulares premium da marca, mas aposta em bordas curvas e cantos mais arredondados.

As laterais têm acabamento em metal e dão a impressão de que o aparelho é ainda mais fino que os seus 7,9 mm de espessura. A pegada é fácil e confortável, mesmo com uma tela grande —mas dá um medinho de deixar cair. Como cautela nunca é demais, uma capa de proteção transparente acompanha o produto na caixa.

LG Velvet na mão - Renata Baptista/Tilt - Renata Baptista/Tilt
A pegada é fácil, mas dá medo de deixar escorregar
Imagem: Renata Baptista/Tilt

O som é potente e estéreo, e não mostrou falhas durante os testes. O LG Velvet conta com entrada P2 para fones de ouvido, ainda que eles não venham na caixa. A carcaça possui certificação IP68 contra respingos de água e tem boa resistência, dando mais segurança aos usuários em caso de queda.

A traseira apresenta o conjunto de câmeras, que se difere do estilo "topo de fogão" visto em vários lançamentos de celulares nos últimos anos. As três câmeras são dispostas em círculos alinhados em ordem decrescente de tamanho, acompanhadas do flash LED —o visual recebeu o nome de "gota de chuva". A principal é mais saltada e tem dois aros cromados ao redor, enquanto a ultra-grande angular e de profundidade são mais discretas.

LG Velvet - detalhe das câmeras - Renata Baptista/Tilt - Renata Baptista/Tilt
Detalhe das câmeras
Imagem: Renata Baptista/Tilt

Após apostar em celulares com tela plana, a LG seguiu o caminho da Samsung e trouxe curvatura ao modelo, mas nada muito acentuado. Enquanto os lançamentos de 2020 apostaram em furo na tela para a câmera de selfies, o LG Velvet trouxe o clássico entalhe de gota.

A tela do LG Velvet tem 6,8 polegadas (aproximadamente 17,3 cm) e resolução Full HD+ (2.460 x 1.080 pixels), que é boa para uso comum, como conteúdos de redes sociais, mas inferior à resolução oferecida pelo Galaxy Note 20 Ultra, por exemplo (1.440 x 3.088 pixels).

A configuração confere imagens bem definidas e cores vibrantes, além de bons níveis de brilho e visualização, mesmo sob sol forte. Sob o visor está o leitor ótico de impressões digitais, que foi bem eficiente nos testes.

A tela é bem esticada na vertical, com proporção 20,5:9. Ponto favorável para quem gosta de streaming, já que, por se aproximar ao formato das telonas, pode oferecer uma experiência de visualização parecida com a de cinema —somando-se à boa qualidade do estéreo.

Mas o formato longo da tela pode dificultar um pouco o manuseio com apenas uma mão. Uma solução da LG foi o recurso One Hand Mode, que permite que o sistema fique em meia tela quando se desliza o dedo da borda para o centro e o mantém ali. A interface volta ao normal logo em seguida.

O LG Velvet foi lançado em duas versões no mundo. A com o processador Snapdragon 765 5G e outra com o Snapdragon 845 4G. Esta última foi a escolhida para o mercado brasileiro, com a justificativa de que as redes móveis de quinta geração ainda devem demorar para se popularizar por aqui.

O Snapdragon 845 foi usado no LG G7, que foi lançado em 2018. A plataforma era a mais avançada dos tops de linha em 2018, e equipou ainda modelos como o Pocophone F1 e a linha Galaxy S9 e Galaxy Note 9. Ser antigo não é bem um problema para muitas pessoas, já que o chip dá conta das atividades diárias, como executar jogos e aplicativos sem travar. Mas é um detalhe que pode incomodar consumidores mais exigentes —a longo prazo o processador tenderá a ficar defasado mais rapidamente.

O equipamento ainda conta com sistema operacional Android 10 Pie, memória RAM de 6 GB e 128 GB de armazenamento interno com capacidade de expansão para até 2 TB.

A traseira do LG Velvet conta com três câmeras: 48 MP na principal, ultra-grande angular de 8 MP com campo de visão de 120° (enquanto o normal é que câmeras captem apenas 80°), sensor de profundidade de 5 MP para o efeito de desfoque de fundo e câmera frontal de 16 MP.

Embora alguns outros intermediários-premium tenham apostado em câmeras com 64 MP ou 108 MP, o conjunto permite tirar boas fotos com uma resolução de 8.000 x 6.000 pixels e gravar vídeos em 4K com resolução de 3.840 x 2.160 pixels. O zoom máximo do Velvet é de 8x, enquanto que em modelos premium da Samsung e Huawei isso pode chegar até 100x (com zoom digital).

LG Velvet: confira fotos feitas com o celular

O LG Velvet filma em 4K com a câmera traseira principal e a frontal. A ultra-grande angular fica limitada à resolução Full HD. A qualidade da filmagem é boa, com cores vívidas e boa nitidez. Os microfones extras ajudam a cancelar ruídos de fundo. Um ponto negativo é que a função manual agora só rola em fotos e não mais em vídeo.

O LG Velvet conta com uma bateria de íon-lítio com capacidade de armazenamento de energia de 4,3 mil mAH. Isso significa carga para um dia inteiro de uso do smartphone, seja casual ou mais intenso. Em nossos testes, a bateria durou 10h30 com um vídeo em HD passando em looping.

Na hora de carregar, são duas opções. Há uma recarga via cabo USB-C de 15 W —que vem na caixa— que foi de zero a 100% em menos de duas horas. Mas, se preferir, é possível também usar a opção sem fio para ficar cada vez menos dependente de cabos.

Se você já se perguntou se deve escolher um celular top de linha antigo ou intermediário premium atual, o LG Velvet pode ser a solução de seu impasse. Isso porque o aparelho é atual e bonito, mas apesar de vir com um processador mais antigo, entrega um bom desempenho.

O fato de não ser compatível com 5G, por enquanto, não é um problema para nós, brasileiros. Mas se você pensa em adquirir um aparelho para mantê-lo por muitos anos, é algo a se levar em consideração.

Apesar do preço de lançamento ter sido considerado alto —R$ 4.299—, já é possível encontrá-lo em lojas de varejo por R$ 2.799, com possibilidade de baixar ainda mais um pouco. Daí a opção se torna bastante atrativa entre os intermediários. Mas vale lembrar que com esse valor você já acha por aí modelos igualmente potentes da Samsung —como o Galaxy S20 FE—- e da Xiaomi —como o Mi Note 10 Lite.

Gostou do review e deseja comprar este produto? É possível encontrá-lo aqui.

Especificações técnicas
  • Sistema Operacional

  • Android 10

  • Dimensões

  • 146,7 mm x 71,5 mm x 7,4 mm

  • Resistência à água

  • IP68

  • Cor

  • Aurora Gray, Aurora White e Illusion Sunset

  • Preço

  • R$ 4.299 (lançamento)

Tela
  • Tipo

  • P-Oled Full HD+

  • Tamanho

  • 6,8 polegadas

  • Resolução

  • 2460 x 1080 pixels

Câmera
  • Câmera Frontal

  • 16 MP

  • Câmera Traseira

  • 48 MP + 8 MP + 5 MP

Dados técnicos
  • Processador

  • Qualcomm Snapdragon 845

  • Armazenamento

  • 128 GB

  • Memória

  • 6 GB de RAM

  • Bateria

  • 4.300 mAh