Topo

Galaxy S21 FE tem câmeras e desempenho de ponta, mas preço é um problemão

Galaxy S21 FE é vendido em três cores; a da imagem é o modelo branco Imagem: Bruna Souza Cruz/Tilt

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

26/01/2022 10h13

Assim como ocorreu com o Samsung Galaxy S20, em 2020, agora é a vez do Galaxy S21 ganhar uma versão "Fan Edition": o Galaxy S21 FE 5G, lançado no último dia 11 de janeiro. Com o modelo, a Samsung tem como objetivo oferecer uma versão mais acessível (ou menos cara) de um celular que possui algumas configurações e características dos aparelhos mais caros da marca.

Sendo assim, é fácil deduzir que o Galaxy S21 FE 5G é, antes de qualquer coisa, um aparelho poderoso. E ele é mesmo. As configurações básicas seguem as da linha Galaxy S21 "normal", uma receita que garante, por si só, uma experiência satisfatória.

Mas será que o Galaxy S21 "simplificado" vale a pena pensando em outros recursos e no custo-benefício? Tilt passou alguns dias com o Galaxy S21 FE 5G para tirar a prova. Confira como foi a experiência.

Samsung Galaxy S21 FE 5G

Preço

R$ 4.499 R$ 3.967,31 (Shopping UOL - 24/01/2022)
TILT
4,5 /5
ENTENDA AS NOTAS DA REDAÇÃO

5,0

Alta taxa de atualização e excelente definição gera imagens nítidas.

5,0

5,0

5,0

Câmera de selfie tem 32 MP e boa lente, o que gera fotos de ótima qualidade.

4,0

O principal ponto negativo é a teleobjetiva, com apenas 8 MP. Fotos muito aproximadas tendem a perder qualidade.

4,0

5,0

5,0

4,0

5,0

Mesmo com tamanho relativamente avantajado, é possível usar com apenas uma mão.

4,0

3,0

Dentro da própria Samsung há opções mais interessantes por preços similares ou menores.

Pontos Positivos

  • Design é bastante agradável e plástico na traseira não dá aspecto "barato" ao aparelho.
  • Desempenho coloca esse aparelho em pé de igualdade com modelos topo de linha.
  • Tela tem excelente resolução e reproduz imagens bem definidas mesmo sob iluminação forte.

Pontos Negativos

  • Principal problema do aparelho: o S21 FE 5G é caro, algo significativo para um aparelho focado em custo-benefício.
  • A teleobjetiva modesta não empolga quem curte usar o zoom da câmera.

Veredito

Usar o Galaxy S21 FE 5G é uma experiência excelente por diversos fatores, como o desempenho. É um aparelho rápido, que tira fotos excelentes e tem uma bateria que, se não é brilhante, passa longe de desapontar. O problema é que ele é vendido como um "S21 com o essencial" e, ao menos em teoria, isso deveria significar um preço bem mais convidativo. Infelizmente, não é o que acontece aqui.

Um dos grandes méritos do Galaxy S21 FE 5G é reproduzir o visual limpo da linha Galaxy S21. Com isso, temos um aparelho fino (7,9 mm) e elegante, mesmo que a traseira seja de plástico fosco — o que, por um lado, não acumula marcas de impressões digitais muito.

Galaxy S21 FE 5G é um aparelho fino Imagem: Divulgação

A construção em si o afasta de smartphones mais simples ao usar alumínio em seu corpo. Na frente, temos uma tela quase que inteiriça, que não sofre cortes por conta da câmera de selfie. Apenas um furinho no topo do visor abriga a câmera de selfie.

Parte frontal do aparelho Imagem: Bruna Souza Cruz/Tilt

O aparelho em si é um pouco maior do que o Galaxy S21 em altura (155,7 mm) e largura (74,5 mm), mas essa diferença não afeta sua usabilidade. Não tenho mãos grandes e, até por isso, prefiro aparelhos mais compactos, mas confesso que não tive dificuldades para usar o lançamento da Samsung com uma mão apenas. O peso é de 177 gramas, levemente mais pesado do que outros aparelhos do segmento, mas nada que o torne um peso-pesado.

Há apenas três botões no corpo, o liga/desliga e os controles de volume. Como tem se tornado padrão nos últimos tempos, não há entrada de 3,5 mm para fones, apenas um conector USB-C na base do aparelho - ao lado da gaveta para inserção do chip nano SIM.

No mais, o Galaxy S21 FE 5G tem proteção contra água (IP68), que o permite ficar submerso a uma profundidade de 1,5 metro por 30 minutos.

A tela do Galaxy S21 FE 5G é um dos itens que vieram quase que diretamente do Galaxy S21.

A construção em si é a mesma, com um painel Amoled 2X dinâmico, taxa de atualização de 120 Hz — o que garante imagens mais fluidas e é algo útil na hora de assistir a vídeos ou jogar — e HDR10+, que garante cores mais vivas e fiéis à realidade.

A diferença está no tamanho, de 6,4 polegadas (16,25 cm), que fica entre o Galaxy S21 e o Galaxy S21+. A proteção é feita com o Gorilla Glass Victus, tecnologia de resistência empregada visor.

Na prática, é um display que entrega imagens com definição excelente (Full HD+) e fluidez excepcional. A ausência de entalhes e recortes torna a experiência de uso extremamente agradável. O alto nível de brilho também facilita na hora de usar o aparelho sob forte iluminação.

O Galaxy S21 FE 5G é mais um daqueles casos de aparelhos Samsung que têm processadores diferentes de acordo com o mercado no qual ele é vendido. Na versão brasileira, ele vem equipado com um Exynos 2100, de fabricação da própria Samsung. Trata-se de um chip de oito núcleos e frequência máxima de 2,9 GHz.

Há apenas uma opção para a dobradinha memória RAM (que ajuda no desempenho)/armazenamento: 6 GB e 128 GB, sem a possibilidade de expansão do segundo quesito por meio de um cartão micro SD.

Em termos de desempenho, o Galaxy S21 FE 5G vai muito bem. Todas as funções foram executadas com fluidez em nossos testes. Ele dá conta de games mais pesados e, no teste, títulos como Call of Duty Mobile, Asphalt 9 e Real Racing rodaram sem qualquer problema. O resultado no aplicativo Geekbench 5, que testa a velocidade de processamento do aparelho, foi muito bom: 1.051 pontos no teste de núcleo simples do processador e 3.284 no de multi-núcleos.

O resultado o coloca no mesmo nível que outros aparelhos topo de linha.

Ele vem com Android 12 de fábrica e a nova versão da One UI 4.0, a personalização feita pela Samsung no sistema operacional do Google e que traz mudanças sutis o suficiente para passarem quase despercebidas por usuários menos detalhistas. E, como o nome deixa claro, ele já é compatível com redes 5G.

O conjunto de câmeras é um dos pontos nos quais o Galaxy S21 FE 5G se diferencia do irmão Galaxy S21. E, aqui, há diferenças para melhor e para pior.

Começando pelas traseiras, o conjunto é triplo. Temos três sensores, um grande angular de 12 MP, uma teleobjetiva de 8 MP e uma ultra-grande angular de 12 MP. São números que aparentemente não empolgam muito (muitos celulares do mercado usam valores parecidos para a resolução das imagens), mas ficar preso a eles acaba sendo um erro - ao menos no que diz respeito à grande angular e à ultra-grande angular.

Isso porque o aparelho é capaz de tirar fotos excelentes, mesmo em condições de iluminação desfavoráveis — há um modo noturno de longa exposição que, dependendo da firmeza da mão do usuário, é capaz de tirar fotos muito boas à noite. E isso também vale para o modo retrato, que apresenta resultados satisfatórios, ainda que um pouco artificiais, já que o borrado de fundo acaba parecendo fruto de pós-processamento de imagem, não de desfoque pelas lentes. Já uma teleobjetiva mais parruda faz falta, especialmente quando se usa o zoom máximo disponível: 30x. Nessas condições, as fotos acabam saindo bastante pixeladas e com qualidade péssima no geral.

Foto com o zoom máximo Imagem: Rodrigo Lara/Tilt

Se na traseira o sensor da teleobjetiva é modesto, o aparelho contra-ataca com uma câmera de selfie com 32 MP, mais do que suficientes para produzir fotos de boa qualidade, mesmo que não haja um flash dedicado. Aqui, as fotos ficam com cores naturais, sem aquele efeito que deixa a pele com aspecto de plástico, e excelente definição no geral. Já o efeito do modo retrato, por outro lado, acaba deixando a parte desfocada com um aspecto artificial.

Galaxy S21 FE 5G: fotos tiradas com as câmeras do celular da Samsung

A Samsung também repetiu o "modo diretor" neste aparelho, permitindo que se grave vídeos com as câmeras traseiras e frontal acionadas ao mesmo tempo. Quem gosta de gravar vídeos em altíssima resolução, porém, terá que se contentar com os 4K a 60 fps, qualidade máxima com a qual o aparelho consegue gravar.

São 4.500 mAh, número que, se não encanta, passa longe de ser um ponto baixo do aparelho. O resultado fica na média. A título de comparação, o Galaxy S21 tem 4.000 mAh. Basicamente, o Galaxy S21 FE 5G aguenta um dia de uso normal e ainda sobra um pouquinho para você não precisar colocar o celular na tomada assim que acordar. Para exemplificar, com ele ligado no wi-fi (o que ajuda a gastar menos a bateria), fiz uso normal — sem passar horas jogando ou vendo vídeos — e ele passou cerca de um dia e meio entre uma recarga e outra.

O carregamento em si é feito usando um cabo com conector USB-C em ambas as pontas, mas o carregador em si não vem na caixa. O padrão do cabo, inclusive, pode ser um ponto contra o aparelho caso você precise ligar ele a um computador.

Caso você tenha à disposição um carregador rápido de 25W, o aparelho é capaz de ir de 0 a 50% de carga em 30 minutos. Algo útil para emergências.

Até aqui você viu as principais características do Galaxy S21 FE 5G. De maneira geral, é um celular bastante competente, com um hardware poderoso e boa câmera.

Isso, porém, de nada adianta quando um aparelho que "corta arestas" de um outro modelo mais poderoso sob o argumento de melhorar o custo-benefício acaba saindo caro, não é mesmo?

E, bem, esse é o grande defeito do Galaxy S21 FE 5G. Lançado há algumas semanas, ele tinha preço sugerido de R$ 4.499, o que por si só não é nenhuma pechincha. Por mais que em varejistas (e na própria loja da Samsung) ele possa ser encontrado por valores próximos de R$ 4 mil no momento, o seu grande adversário mora ao lado: o próprio Galaxy S21, que é facilmente encontrado por algo próximo de R$ 3.500.

Ao optar por levar a novidade para casa, o dono do Galaxy S21 FE 5G terá um aparelho com tela maior e uma câmera de selfie um pouco melhor. E só.

Por outro lado, se o celular escolhido for o Galaxy S21, ganha-se uma câmera traseira melhor e um desempenho superior, já que ele conta com 8GB de RAM. E, de quebra, ainda sobram R$ 500, mais do que suficientes para comprar um excelente carregador rápido, uma capinha e pagar um belo jantar que vai render fotos ótimas no Instagram.

Especificações técnicas
  • Sistema Operacional

  • Android 12 (com One UI 4.0)

  • Dimensões

  • 155,7 mm x 74,5 mm x 7.9 mm; 177 gramas

  • Resistência à água

  • IP68 (pode ficar submerso a até 1,5 metro por 30 minutos)

  • Cor

  • Verde, violeta, branco ou preto

  • Preço

  • R$ 4.499 (lançamento); R$ 3.967,31 (Shopping UOL - 24/01/2022)

Tela
  • Tipo

  • AMOLED 2X Dinâmico

  • Tamanho

  • 6,4 polegadas (16,25 cm)

  • Resolução

  • Full HD+ (1080 x 2400 pixels)

Câmera
  • Câmera Frontal

  • 32 MP

  • Câmera Traseira

  • Tripla: 12 MP (grande angular), 8MP (teleobjetiva) e12 MP(ultra-grande angular)

Dados técnicos
  • Processador

  • Exynos 2100

  • Armazenamento

  • 128 GB (não expansível)

  • Memória

  • 6 GB

  • Bateria

  • 4.500 mAh

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Galaxy S21 FE tem câmeras e desempenho de ponta, mas preço é um problemão - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Review