PUBLICIDADE
Topo

Aliança sindical global é criada para lutar por direitos de funcionários do Google

Getty Images/iStockPhoto
Imagem: Getty Images/iStockPhoto

Subrat Patnaik

Em Bengaluru

25/01/2021 13h25

Funcionários do Google em todo o mundo estão formando uma aliança sindical, semanas depois que os trabalhadores da gigante de mecanismo de busca e outras unidades da controladora Alphabet formaram um sindicato para escritórios nos Estados Unidos e Canadá.

A UNI Global Union, que representa cerca de 20 milhões de trabalhadores globalmente, disse nesta segunda-feira que ajudou a formar a Alpha Global, a aliança sindical do Google que inclui vários países como Estados Unidos, Alemanha, Suíça, Suécia e Reino Unido.

A Alpha Global lutará pelos direitos dos funcionários em tempo integral da Alphabet, bem como dos trabalhadores temporários, fornecedores e contratados, disse a UNI Global.

"Os problemas da Alphabet ... não se limitam a nenhum país e devem ser enfrentados em nível global", disse a secretária geral da UNI, Christy Hoffman.

A Alphabet não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Depois de anos de protestos contra as condições de trabalho e práticas comerciais, 200 funcionários do Google formaram o Alphabet Workers Union, um chamado "sindicato minoritário", no início de janeiro.

De acordo com a legislação trabalhista dos EUA, a Alphabet pode ignorar as exigências do sindicato até que ele consiga o apoio da maioria dos funcionários.