PUBLICIDADE
Topo

China diz que agirá em defesa própria após Reino Unido banir Huawei de 5G

AFP
Imagem: AFP

Martin Pollard

Em Pequim

15/07/2020 08h14

A China afirmou nesta quarta-feira que tomará todas as medidas necessárias para salvaguardar seus interesses, após decisão do Reino Unido de proibir todos os componentes da Huawei Technologies na rede 5G britânica até o final de 2027.

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China Hua Chunying disse a repórteres que a China se opõe fortemente à decisão britânica, e afirmou que a decisão foi impulsionada pela politização de questões comerciais e tecnológicas, e não pela segurança nacional.