PUBLICIDADE
Topo

CEO da Uber quer motoristas e entregadores em pacote de estímulos dos EUA

Logotipo do Uber decora exterior da Bolsa de Nova York - Jeenah Moon/The New York Times
Logotipo do Uber decora exterior da Bolsa de Nova York Imagem: Jeenah Moon/The New York Times

23/03/2020 12h24

O presidente-executivo da Uber, Dara Khosrowshahi, pediu nesta segunda-feira que o governo dos Estados Unidos ajude seus motoristas e entregadores no pacote de estímulos para reduzir os impactos do coronavírus.

Parlamentares em Washington estão discutindo um acordo para injetar mais de 1 trilhão de dólares na economia para limitar os danos econômicos causados pelo vírus, além das centenas de bilhões de dólares em estímulos fiscais e monetários que já foram implantados para sustentar a maior economia do mundo.

"Meu objetivo, ao escrever para vocês, não é pedir ajuda à Uber, mas sim aos trabalhadores independentes e, uma vez que passamos pela crise imediata, a oportunidade de fornecer legalmente a eles uma verdadeira rede de segurança daqui para frente", disse Khosrowshahi em carta ao presidente dos EUA.

Khosrowshahi disse no Twitter que também pediu a parlamentares que exijam que empresas como a Uber forneçam novos benefícios e proteções a contratados independentes daqui para frente.

(Por Supantha Mukherjee em Bengaluru)

SIGA TILT NAS REDES SOCIAIS