Topo

Apple concede US$250 mi de fundo dos EUA à Corning

17/09/2019 11h32

Por Stephen Nellis

(Reuters) - A Apple disse nesta terça-feira que concederá à Corning 250 milhões de dólares de um fundo de 5 bilhões dedicado à produção avançada dos Estados Unidos.

A Corning fornece vidro à Apple para produtos como iPhone e Apple Watch. Desde que os primeiros iPhones chegaram ao mercado em 2007, o vidro de cada modelo vendido foi produzido na fábrica da Corning em Harrodsburg, no Estado norte-americano de Kentucky.

Apple e Corning não divulgaram os termos do acordo. No passado, a Apple fechou um acordo de fornecimento de longo prazo com seus fornecedores, nos quais paga adiantamentos para garantir o fornecimento de peças e melhores preços. O fornecedor, por sua vez, obtém capital para realizar pesquisa e desenvolvimento ou atualizar fábricas.

Com poucas exceções, os dispositivos da Apple são montados na China, onde a cadeia de fornecimento da empresa se concentrou cada vez mais nos últimos cinco anos. O agrupamento colocou a Apple no centro da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China.

As tarifas dos EUA de importação de muitos produtos da Apple, como os AirPods, entraram em vigor em 1º de setembro, com a maioria dos analistas esperando que a Apple absorva o custo das taxas, se necessário pagá-las. A Apple não divulgou nenhum impacto financeiro especificamente relacionado às tarifas impostas pelo governo de Donald Trump.

Enquanto isso, a Apple passou os últimos anos enfatizando sua base de fornecedores nos EUA.

A Apple anunciou um fundo para fornecedores norte-americanos em 2017, reservando 1 bilhão de dólares e aumentando esse número para 5 bilhões no ano seguinte. A empresa disse que gastou 60 bilhões de dólares com mais de 9 mil fornecedores norte-americanos em 2018.

Contando os 200 milhões de dólares recebidos em 2017, a Corning recebeu 450 milhões do fundo da Apple. A Apple afirmou em comunicado que seus investimentos com a Corning sustentam 1.000 empregos na Corning, incluindo cerca de 400 funcionários na fábrica de Kentucky.

Mais Tilt