Topo

Lucro da Disney fica abaixo de estimativa com investimento pesado em streaming

07/08/2019 11h05

Por Lisa Richwine e Vibhuti Sharma

(Reuters) - A Walt Disney divulgou um declínio mais acentuado nos lucros do que Wall Street esperava na terça-feira, quando a empresa investiu dinheiro em sua ambiciosa iniciativa nos serviços de streaming e começou a integrar os ativos comprados da Twenty-First Century Fox.

Excluindo alguns itens, a Disney teve lucro de 1,35 dólar por ação no trimestre encerrado em junho, abaixo da média das estimativas dos analistas, de 1,75 dólar por ação, segundo dados do IBES da Refinitiv.

A Disney, dona da ESPN, de um estúdio de cinema e de parques temáticos, está investindo pesado em plataformas de mídia digital para desafiar o domínio da Netflix.

Sua maior aposta digital, um serviço de assinatura de streaming chamado Disney +, deve ser lançado em novembro. Séries destinadas a adultos serão concentradas no Hulu, que a Disney agora controla.

O presidente-executivo da Disney, Bob Iger, disse que a empresa estava focada em integrar os filmes e o conteúdo para TV da Fox e usá-los com os negócios da Disney para entrar rapidamente no streaming de vídeo.

"Nada é mais importante para nós do que acertar isso", disse Iger. "Continuamos confiantes em nossa estratégia e nossa capacidade de executá-la com sucesso."

Iger também disse que faria um pacote com seus serviços de streaming, cobrando 12,99 dólares por mês pelo Disney +, ESPN + e Hulu, a partir de novembro.

Mais Tilt