Topo

"Stablecoins" ganham as atenções com anúncio de criptomoeda do Facebook

18/06/2019 15h27

Por Tom Wilson

LONDRES (Reuters) - O bitcoin está perdendo sua coroa?

A criptomoeda original representa mais da metade do mercado global de 285 bilhões de dólares do comércio de moedas. Mas esse domínio está sob ameaça, com uma série de moedas digitais alternativas, os "altcoins", surgindo enquanto desenvolvedores correm para criar criptomoedas capazes de entrar no comércio e nas finanças tradicionais.

O Facebook revelou nesta terça-feira planos para lançar uma criptomoeda chamada libra, no mais recente movimento em seu esforço para expandir para além das redes sociais e passar para o comércio eletrônico e pagamentos globais.

Como uma variedade de altcoins conhecidos como "stablecoins", a libra será apoiada por uma reserva de ativos reais, incluindo depósitos bancários e títulos do governo de curto prazo. Isso deve torná-la mais estável que outras criptomoedas.

QUAL É A GRANDE IDEIA?

Stablecoins são projetados para superar as oscilações selvagens de preços que tornaram o bitcoin e outras criptomoedas impraticáveis, tanto quanto como uma reserva de valor.

Em teoria, os stablecoins deveriam ser mais úteis para pagar bens e serviços ou transferir dinheiro internacionalmente. A maioria é apoiada individualmente pelos ativos tradicionais, como o dólar dos EUA, enquanto outros são garantidos por cestas de moedas criptografadas. Alguns usam algoritmos para manter valores estáveis.

Os defensores dizem que os stablecoins podem ajudar as criptomoedas a ganhar apelo do mercado convencional.

É difícil precisar como as criptomoedas são usadas, dado seu quase anonimato. Mas pesquisadores dizem que os stablecoins, como o bitcoin, raramente são usados para pagamentos, mesmo que sua falta de volatilidade os torne mais úteis.

Outros operadores de criptomoedas e casas de câmbio disseram que os investidores usam stablecoins para se proteger contra picos no preço do bitcoin e como meio de negociar criptomoedas sem usar dólares.

Volumes negociados combinados nas principais bolsas de cinco dos maiores stablecoins, incluindo Tether e USD Coin, aumentaram nos últimos meses. De acordo com dados da empresa de pesquisas norte-americana, Coin Metrics, os volumes subiram para 74 bilhões de dólares em maio, um aumento de mais de quatro vezes em relação a dezembro.

"Se eles sentirem que o bitcoin vai subir ou descer, preferem sacar para um stablecoin - isso permite que eles negociem mais rápido e voltem ao mercado", disse Thomas Puech, da Enigma Securities, bolsa de criptomoeda sediada em Londres.

Tilt