Topo

Samsung recolhe unidades de teste do Galaxy Fold após relatos de defeitos

23/04/2019 09h55

Por Ju-min Park

SEUL (Reuters) - A Samsung está recolhendo todas as unidades de teste do smatphone dobrável Galaxy Fold distribuídas aos especialistas do setor, disse uma pessoa com conhecimento direto do assunto nesta terça-feira.

Diversos jornalistas de tecnologia relataram defeitos nas unidades de teste do aparelho que receberam da empresa, incluindo ondulações e telas piscando depois de apenas um dia de uso. A Samsung definiu um preço de 1.980 dólares para o aparelho.

A Samsung adiou o lançamento do Galaxy Fold por um período não especificado, enquanto analisa os problemas relatados pelos jornalistas. As descobertas iniciais sobre as causas apontaram para impacto nas áreas expostas das dobradiças sob a tela do aparelho.

Um representante da companhia não deu mais detalhes sobre o assunto nesta terça-feira.

Embora a questão não prejudique o resultado da Samsung, o adiamento prejudica o esforço da empresa em se apresentar como inovadora e pioneira, e não uma seguidora de tendências, disseram analistas.

A Samsung planeja vender 1 milhão de unidades do Galaxy Fold este ano, o equivalente a menos de meio por cento dos 291,3 milhões de smartphones que vendeu em 2018. Do total do ano passado, 12,8 milhões foram da série Note.

"Pelo lado positivo, temos a oportunidade de acertar essa questão e consertá-la antes de vender os telefones para um público maior, para que eles não tenham as mesmas reclamações", disse um fonte da Samsung.

A companhia enviou mensagens aos clientes de pré-venda informando sobre o adiamento do lançamento, disseram lojas online no Twitter.

"Sua pré-venda garante o seu lugar na fila para esta tecnologia inovadora", disse a Samsung no email. "Atualizaremos você com informações de envio mais específicas em duas semanas."

Mais Tilt