PUBLICIDADE
Topo

Edge 30 x Galaxy A73: vale mais um top básico ou intermediário completo?

Moto Edge 30 (esq.) x Galaxy A73 (dir.) - Divulgação/Tilt
Moto Edge 30 (esq.) x Galaxy A73 (dir.) Imagem: Divulgação/Tilt

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

14/06/2022 04h00Atualizada em 15/06/2022 11h53

Vira e mexe acontece a seguinte situação: um celular é lançado e, seja pelo preço ou pelas suas características técnicas, ele acaba encontrando um concorrente em outra categoria. É o caso do Motorola Edge 30, um modelo top de linha que chegou ao Brasil na semana passada, e é uma versão mais "light" do avançado Edge 30 Pro.

As especificações do lançamento são bastante próximas a de um aparelho da Samsung, o intermediário "completão" Galaxy A73 5G — chegou no mercado nacional em abril deste ano.

A diferença entre preços, porém, é considerável, o que nos leva à dúvida: vale mais a pena investir no topo de linha mais básico ou levar para casa o intermediário recheado? Abaixo comparamos a ficha técnica dos dois para ajudar nas suas pesquisas.

Motorola Edge 30

  • Altura: 159,4 mm
  • Largura: 74,2 mm
  • Espessura: 6,8 mm
  • Peso: 155 g

Samsung Galaxy A73 5G

  • Altura: 163,7 mm
  • Largura: 76,1 mm
  • Espessura: 7,6 mm
  • Peso: 181 g

O Moto Edge 30 é menor em todas as medidas, incluindo o peso. O destaque fica para a espessura, o que faz dele um celular bastante fino. Na prática isso significa que você conseguirá segurá-lo com mais facilidade, especialmente em situações quando a ideia é usar o aparelho com uma mão só.

Não que o Galaxy A73 seja um celular "trambolhudo", mas a diferença aqui é notável.

Em termos construtivos, eles são semelhantes, com estrutura em plástico e traseira revestida do mesmo material. Há abordagens diferentes no acabamento, contudo, com o Motorola adotando uma pintura com efeito reflexivo e o Samsung indo com uma pintura mais lisa.

VEREDITO: vitória do Motorola Edge 30.

Motorola Edge 30

  • pOLED 6,5 polegadas (16,51 cm)
  • Resolução Full HD+ de 1.080 x 2.400 pixels
  • Taxa de atualização: 144 Hz

Samsung Galaxy A73 5G

  • Super Amoled Plus de 6,7 polegadas (17,01 cm)
  • Resolução Full HD+ de 1.080 x 2.400 pixels
  • Taxa de atualização de 120 Hz

Em termos de resolução, os celulares são idênticos, e mesmo as tecnologias usadas nos painéis são equivalentes. Você dificilmente notaria diferença entre ambos no quesito qualidade de imagem.

As diferenças ficam no tamanho da tela, com o Samsung sendo levemente maior — nada absurdo aqui.

O Motorola, por sua vez, tem uma taxa de atualização maior (velocidade com que as animações são exibidas). A diferença, novamente, é pequena, mas o Edge 30 tende a mostrar imagens em movimento com maior fluidez.

No fim, seja na hora de jogar ou de assistir a vídeos, você terá uma boa experiência em ambos os aparelhos.

VEREDITO: empate.

Motorola Edge 30

  • Capacidade: 4.020 mAh

Samsung Galaxy A73 5G

  • Capacidade: 5.000 mAh

O Galaxy A73 supera o Edge 30 trazendo a bateria maior, que já nos acostumamos a ver em outros aparelhos. Teoricamente, isso faz com que o Samsung fique mais tempo longe da tomada, o que por si só já garantiria a vitória do aparelho nesse quesito, certo?

Mais ou menos: o Galaxy A73 até traz um na caixa, mas ele é um modelo de 15 watts que tende a demorar mais para preencher a bateria.

Já o Edge 30, mesmo com bateria menor, acompanha um carregador rápido na caixa. É um modelo de 33 W, que consegue encher a reserva de energia do aparelho em alguns minutos.

Aqui, você terá que escolher entre ter um aparelho com bateria menor, mas sem a necessidade de pagar a mais por um carregador rápido, ou levar um aparelho com maior bateria, mas ter que ir atrás de um carregador rápido caso queira mais comodidade.

VEREDITO: empate.

Motorola Edge 30

  • Traseira: grande angular de 50 MP, ultra-angular híbrida com macro de 50 MP e sensor de profundidade de 2 MP
  • Frontal: grande angular de 32 MP

Samsung Galaxy A73 5G

  • Traseira: grande angular de 108 MP, ultra-angular de 12 MP, macro de 5 MP e sensor de profundidade de 5 MP
  • Frontal: grande angular de 32 MP

Principal

Um dos pontos que a Motorola mais frisou no lançamento do Edge 30 é que, agora, o app de controle da câmera do aparelho está mais intuitivo e é capaz de selecionar automaticamente modos como o de fotografia noturna.

A Samsung também aprimorou detalhes do aplicativo de câmera dos seus aparelhos e também questões como algoritmos, conseguindo resultados mais naturais nas imagens.

De qualquer maneira, nos dois casos você deverá ter melhores resultados em fotos de curta e média distância.

O fator de desempate aqui fica para a configuração dos aparelhos. Enquanto a Motorola usa um sistema de câmera "dupla e meia", com uma das lentes funcionais atuando de forma híbrida, a Samsung tem três lentes, com destaque para a contagem de megapixels da grande angular, além do sensor de profundidade dedicado.

VEREDITO: vitória do Samsung Galaxy A73 5G.

Selfie

As câmeras de selfie dos aparelhos empatam na contagem de megapixels, sendo que a maior diferença está na abertura do obturador do Samsung, levemente maior. Não é nada gritante, mas você tende a ter fotos ligeiramente melhores em situações de pouca luz com o Galaxy A73.

De forma geral, porém, eles são equivalentes nesse quesito.

VEREDITO: empate.

Motorola Edge 30

  • Processador: Qualcomm SM7325-AE Snapdragon 778G+ 5G (octa-core, 2,5 GHz)
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 256 GB

Samsung Galaxy A73 5G

  • Processador: Qualcomm SM7325 Snapdragon 778G 5G (octa-core, 2,4 GHz)
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: 128 GB (expansível com cartão microSD)

Tanto Edge 30 quanto Galaxy A73 usam praticamente o mesmo SoC (System on Chip, solução que mescla processador, placa de vídeo e modem em um mesmo chip), mas o da Motorola é uma versão levemente aprimorada.

Esse conjunto promete uma leve vantagem na frequência máxima de operação do aparelho. Há empate em memória RAM (que ajuda no desempenho), mas em termos de armazenamento, o Motorola dobra o oferecido pelo Samsung.

Por outro lado, o Galaxy A73 permite expandir o armazenamento por meio de um cartão micro SD, algo que o Edge 30 não oferece.

Colocado tudo isso em termos práticos, é pouco provável que você encontre diferenças no desempenho de ambos, assim como limitações muito perceptíveis. E isso vale tanto para o uso diário quanto para aplicações como games.

A vantagem do Motorola, porém, está no uso de uma versão praticamente pura do sistema Android. Além de consumir menos recursos para funcionar, essa solução também evita a presença de aplicativos que o usuário não instalou.

VEREDITO: vitória do Motorola Edge 30.

Novamente, são aparelhos bem equivalentes. Eles adotam um sistema de desbloqueio por meio do uso de digital na tela.

Além disso, temos o sistema Ready For do Motorola, que facilita a conexão com outros dispositivos. Não é o tipo de recurso que torna um aparelho revolucionário, porém.

VEREDITO: empate.

Motorola Edge 30: R$ 3.599 (lojas varejistas)

Samsung Galaxy A73 5G: R$ 2.699

O Motorola Edge 30 venceu em design e desempenho, enquanto o Samsung Galaxy A73 levou no quesito câmera. Não há, portanto, um aparelho dominante nesse comparativo.

O maior problema aqui, porém, são os qiase R$ 1.000 que separam os dois. Na frieza dos números, não há nada que justifique o Motorola Edge 30 ser tão mais caro do que o Galaxy A73.

Na realidade, ao criar uma versão de entrada do Edge 30 Pro, a Motorola fez cortes consideráveis em áreas como processador e câmera, criando assim uma diferença grande o suficiente para fazer com que os aparelhos sejam praticamente de categorias distintas. E isso sem fazer com que o Edge 30 chegue por um preço matador.

RESULTADO FINAL: vitória do Samsung Galaxy A73 5G pelo melhor custo-benefício.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.

Errata: o texto foi atualizado
Diferente do informado, o celular Galaxy A73 vem com um carregador na caixa. Texto já foi corrigido.