PUBLICIDADE
Topo

Nasa suspende caminhadas espaciais após vazamento de água em trajes

Astronauta Jerry Ross durante caminhada espacial ao redor da Estação Espacial Internacional (ISS), realizada em 2002 - AFP/Nasa
Astronauta Jerry Ross durante caminhada espacial ao redor da Estação Espacial Internacional (ISS), realizada em 2002 Imagem: AFP/Nasa

Leticia Marques

Colaboração para Tilt. em São Paulo

21/05/2022 14h55

A Nasa (agência espacial dos EUA) vetou as caminhadas feitas por astronautas fora da Estação Espacial Internacional (ISS), após vazamento nos trajes espaciais. O incidente aconteceu depois dos astronautas realizarem uma atividade extraveicular (ou EVA, na sigla em inglês).

Após 40 anos usando o mesmo traje para este tipo de atividade, a Nasa finalmente resolveu revisar os materiais das roupas, que já estão envelhecidas e apenas 18 unidades estão em bom estado na ISS. A agência pretende apostar em algo novo, mas isso ainda segue em desenvolvimento.

O último caso de vazamento aconteceu em março deste ano, durante uma atividade extraveicular dos astronautas Raja Chari, da NASA, e o Matthias Maurer, da Agência Espacial Europeia (ESA). Maurer percebeu umidade dentro do visor enquanto estavam finalizando a caminhada.

"O traje às vezes gera um pouco de água, mas isso foi um pouco além do que nossa experiência normal enfrenta", disse Dana Weigel, vice-gerente do programa da ISS no Centro Espacial Johnson, da NASA, durante coletiva de imprensa.

Após o ocorrido, a equipe de controle recebeu imagens feitas por Maurer e o tranquilizou, notificando-o que não estava correndo risco de vida, já que em 2013 a ESA passou por algo parecido com o astronauta Luca Parmitano, porém ele quase morreu afogado dentro do traje, pois por conta da gravidade a água circulava livremente dentro do capacete, tapando sua boca e nariz.

Os trajes espaciais só poderão ser analisados quando retornarem à Terra e após investigação minuciosa com as roupas da Unidade de Mobilidade Extraveicular (UEM), que são usadas do lado de fora da ISS.

A Nasa então fará a análise e os enviará de volta para a próxima missão. Enquanto isso, as caminhadas espaciais seguem pausadas.