PUBLICIDADE
Topo

Moto G22 x Galaxy A23: veja qual leva a melhor entre intermediários 'raiz'

Moto G22 (esq.) x Galaxy A23 (dir.) - Reprodução
Moto G22 (esq.) x Galaxy A23 (dir.) Imagem: Reprodução

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

17/05/2022 04h00Atualizada em 17/05/2022 10h33

Sempre que há um comparativo entre celulares intermediários, é importante definir bem o posicionamento dos aparelhos. Existem os mais sofisticados (premium), os menos (mais simples e menos caros) e os que ficam bem no meio. E hoje vamos falar de dois modelos que levam ao pé da letra esse último termo.

O Motorola G22 e o Samsung Galaxy A23 são o que podemos chamar de intermediários "raiz". Ou seja: que não possuem as especificações técnicas mais parrudas e ao mesmo tempo não se situam no grupo de "básicos com algo a mais". Custando até R$ 1.599, a diferença atualmente gira em torno de R$ 100.

Confira a seguir qual vale mais a pena considerando suas respectivas fichas técnicas.

Motorola Moto G22

  • Altura: 164 mm
  • Largura: 75 mm
  • Espessura: 8,5 mm
  • Peso: 185 g

Samsung Galaxy A23

  • Altura: 164,5 mm
  • Largura: 76,9 mm
  • Espessura: 8,4 mm
  • Peso: 195 g

Em praticamente todas as dimensões os aparelhos são similares. A maior diferença se dá no peso, mas não é nada gritante. Os pontos comuns se repetem na construção, com a tradicional solução de se usar plástico tanto na estrutura quanto na cobertura traseira —isso faz com que o valor não seja tão elevado.

O que muda mais é em termos de design. No Motorola, a câmera dianteira é apenas um "furinho" na tela, enquanto no Samsung há um recorte mais pronunciado. Os dois têm uma borda bem perceptível entre o fim da tela e as margens do aparelho —no G22, a borda inferior é mais grossa.

Na parte de trás, o Samsung tem um nicho de câmeras retangular que lembra os aparelhos da linha Galaxy S (mais avançada). No celular da Motorola essa porção é mais compacta.

Ambos têm três opções de cores: azul, preto ou branco no Samsung, com estilo de pintura mais uniforme, e azul preto ou verde no Motorola, cuja pintura tem acabamento metálico.

O Samsung não tem resistência à água, enquanto o Motorola tem o chamado "design repelente de água". Na prática, é bom manter os dois aparelhos secos.

VEREDITO: empate.

Motorola Moto G22

  • IPS LCD de 6,5 polegadas (16,5 cm)
  • Resolução HD+ de 720 x 1.600 pixels
  • Taxa de atualização: 90 Hz

Samsung Galaxy A23

  • PLS LCD de 6,6 polegadas (16,7 cm)
  • Resolução Full HD+ de 1.080 x 2.408 pixels
  • Taxa de atualização: 90 Hz

Se no tamanho ocorre um "empate técnico", vamos então analisar a construção das telas dos aparelhos. Apesar da diferença de nomenclaturas, os displays usam o mesmo tipo de tecnologia.

Contudo, o Galaxy A23 se dá melhor por oferecer uma resolução maior do que o concorrente. Como não são aparelhos com tela pequena, isso deve ficar perceptível quando se coloca um do lado do outro.

É um ponto considerável, especialmente pelo tamanho das telas ser um convite a assistir a vídeos. Se a taxa de atualização (representa a fluidez das animações; quanto maior o número melhor), de 90 Hz, não torna nenhum deles brilhante nesta tarefa, ao menos o Samsung tende a apresentar imagens mais bonitas.

VEREDITO: vitória do Samsung Galaxy A23.

Motorola Moto G22

  • Capacidade: 5.000 mAh

Samsung Galaxy A23

  • Capacidade: 5.000 mAh

Empate técnico também na capacidade da bateria. Os smartphones devem ficar por mais de um dia e meio longe do carregador.

E, por falar em carregador, pontos para a Motorola nesse quesito ao colocar na caixa do Moto G22 um adaptador de carregamento rápido com 25 W de potência. O Samsung também vem acompanhado de um carregador na caixa, porém de potência inferior.

VEREDITO: vitória do Motorola Moto G22.

Motorola Moto G22

  • Traseira: grande angular de 50 MP, ultra-angular de 8 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade de 2 MP
  • Frontal: grande angular de 16 MP

Samsung Galaxy A23

  • Traseira: grande angular de 50 MP, ultra-angular de 5 MP, macro de 2 MP e sensor de profundidade de 2 MP
  • Frontal: grande angular de 8 MP

Principal

Os dois usam uma combinação de sensores idêntica. Apesar das marcas falarem em "câmera quádrupla", o conjunto principal envolve três sensores para as fotos e um outro que funciona apenas para profundidade (imagens com desfoque de fundo).

O Motorola ganha --por muito pouco-- em megapixels, com a lente ultra-angular desempatando no quesito. Ainda assim, são números próximos a ponto de, pela simples análise de ficha técnica, se decretar um vencedor.

VEREDITO: empate.

FRONTAL

Aqui, há uma diferença mais perceptível, com o Motorola dobrando o número de megapixels em comparação com o Samsung. É algo que pode fazer a diferença quando falamos em aparelhos desse segmento.

VEREDITO: vitória do Motorola Moto G22.

Motorola Moto G22

  • Processador: Mediatek Helio G37 (2,3 GHz, octa-core)
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 128 GB (expansível com cartão microSD)

Samsung Galaxy A23

  • Processador: Qualcomm Snapdragon 680 (2,4 GHz, octa-core)
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento: 128 GB (expansível com cartão microSD)

Outro caso onde a disputa termina em empate. A diferença de velocidade entre os processadores é mínima a ponto de ser imperceptível na prática. Eles igualam em memória RAM (que ajuda no desempenho), armazenamento e até na possibilidade de expandir o espaço disponível com um cartão microSD.

Nessas configurações, os dois podem ser usados para jogos, mas é bom não abusar, já que apps mais pesados tendem a levar esses smartphones além do limite e ter um desempenho ruim.

Para tarefas cotidianas, porém, eles têm tudo para dar conta —mesmo que haja um engasgo aqui ou ali.

VEREDITO: empate.

Aqui, nenhum deles tem algo que salte aos olhos. Mas ambos têm uma característica desejável: entrada P2 para fones de ouvido.

No Motorola, essa entrada é na parte superior, enquanto no Samsung ela fica na base do aparelho. E essa não é a única diferença, já que o Motorola traz um fone na caixa, coisa que não acontece com o Samsung.

VEREDITO: vitória do Motorola Moto G22 por ser vendido com o acessório.

Motorola Moto G22: R$ 1.477 (lojas varejistas)

Samsung Galaxy A23: R$ 1.599 (lojas varejistas)

Como dito no início deste texto, o preço de ambos é próximo. A grande questão aqui é que o aparelho mais caro, o Samsung Galaxy A23, só se mostra superior ao Motorola Moto G22 em um quesito, que é a resolução da tela.

Ao mesmo tempo, pagando menos, você levará para casa um aparelho que traz um carregador melhor, é acompanhado por fones de ouvido na caixa e que, ao menos em teoria, tem uma câmera melhor.

Em termos de custo-benefício, portanto, o Motorola sai desse comparativo como vencedor por pouquissimos pontos.

RESULTADO FINAL: vitória do Motorola Moto G22.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.