PUBLICIDADE
Topo

Google Maps quer fazer você 'voar' sobre cidade e até entrar em restaurante

Immersive View vai mesclar imagens de satélite com as do street view - Google/Divulgação
Immersive View vai mesclar imagens de satélite com as do street view Imagem: Google/Divulgação

Hygino Vasconcellos

Colaboração para Tilt*

11/05/2022 16h22

O Google lançou nesta quarta-feira (11) um novo recurso do Google Maps, o Immersive View (Visão Imersiva, em tradução direta). Nele são combinadas bilhões de imagens de satélites com as captadas pelo Google Street View.

A ideia oferecer para as pessoas uma nova forma de explorar seu serviço de mapas permitindo que elas "voem" sobre os locais de interesse. Segundo o Google, drones não foram usados. O efeito de deslocamento ocorre, pois sistemas de visão computacional e inteligência artificial foram usados para a fusão dessas imagens em 3D.

O anuncio foi realizado hoje durante a conferência anual para desenvolvedores, o Google I/O.

"Com nossa nova visão imersiva, você poderá experimentar como é um bairro, ponto de referência, restaurante ou local popular —e até sentir que está lá antes mesmo de entrar", afirma a empresa.

Como funciona?

De acordo com o Google, o Immersive View permite acompanhar uma mesma área em diferentes momentos do dia e condições climáticas, além de mostrar onde estão os pontos movimentados.

"Digamos que você esteja planejando uma viagem a Londres e queira descobrir os melhores pontos turísticos e lugares para comer. Com uma pesquisa rápida, você pode voar virtualmente sobre Westminster para ver o bairro e a arquitetura deslumbrante de lugares, como o Big Ben, de perto", destaca a empresa.

É possível ainda aproximar a tela para que chegue bem perto de uma rua, por exemplo, para explorar restaurantes próximos e ver informações úteis, como se é um local muito movimentado. "Você pode até olhar dentro deles para sentir rapidamente a vibração do lugar antes de fazer sua reserva", diz o Google.

A vice-presidente de engenharia do Google Liz Reid comparou o novo recurso com o oferecido pelo zoom do Google Earth, mas em nível de bairro, destacou o site The Verge.

"É uma coisa que tínhamos, demos anos atrás e era tipo, 'oh, aqui está a coisa', mas realmente não funcionou. Agora, a tecnologia percorreu um longo caminho para torná-lo bastante natural", afirmou.

O Immersive View será lançado em Los Angeles, Londres, Nova York, São Francisco e Tóquio no final deste ano, com mais cidades em breve.

*Colaborou Bruna Souza Cruz, de Tilt.