PUBLICIDADE
Topo

S22 Ultra x iPhone 13 Pro Max: na batalha dos tops, quem leva a melhor?

Reprodução/Tilt
Imagem: Reprodução/Tilt

Rodrigo Lara

Colaboração para Tilt, em São Paulo

22/02/2022 04h00Atualizada em 22/02/2022 15h51

Quem acompanha o mercado dos celulares sabe bem que Samsung e Apple vivem na disputa pelo primeiro lugar quando o assunto é fabricar e vender celulares mais avançados. No duelo de hoje separamos dois competidores de peso: Galaxy S22 Ultra, lançado globalmente em 9 de fevereiro, e o iPhone 13 Pro Max, de setembro do ano passado.

Os modelos são dois dos mais modernos do momento. Para isso, trazem doses superlativas de desempenho, câmeras fantásticas e telas enormes. Mas um deles tem que ser melhor, certo? Ou será que tudo que os diferencia é a escolha entre Android e iOS? Abaixo comparamos a ficha técnica dos modelos. Confira!

  • Samsung Galaxy S22 Ultra 5G: 163,3 mm x 77,9 mm x 8,9 mm (A x L x E); e 228 g (peso)
  • iPhone 13 Pro Max: 160,8 mm x 78,1 mm x 7,7 mm (A x L x E); e 240 g (peso)

Como se espera nesse segmento, os dois aparelhos trazem a combinação de carcaça em metal e revestimento de vidro. O iPhone justifica o peso extra por ter sua estrutura em aço inoxidável, enquanto o S22 Ultra aposta na leveza do alumínio.

O Samsung é mais comprido, menos largo e com espessura maior. Não é nenhuma diferença enorme, sendo a mais perceptível o peso: 228 gramas, contra 240 gramas do iPhone.

Os dois têm resistência à água (certificação IP68), mas o iPhone consegue ficar submerso em até 6 metros por 30 minutos. Já o S22 Ultra é mais avesso à água: fica por 30 minutos submerso, mas a uma profundidade de 1,5 metro.

Veredito: empate.

Galaxy S22 Ultra - Divulgação - Divulgação
Galaxy S22 Ultra
Imagem: Divulgação

  • Samsung Galaxy S22 Ultra 5G: Amoled Dinâmico 2X de 6,8 polegadas (17,2 cm); resolução WQHD+ de 1.440 x 3.088 pixels, 120 Hz
  • iPhone 13 Pro Max: Super Retina XDR OLED de 6,7 polegadas (17,01 cm); resolução Full HD+ de 1.080 x 2.778 pixels, 120 Hz

S22 Ultra e iPhone 13 Pro Max se enquadram na categoria "telão": a vantagem de 0,1 polegada do Samsung nesse quesito é irrisória.

E o mesmo vale para a tecnologia em si, que garante imagens com altíssimo nível de detalhes nos dois aparelhos. É importante notar que a Apple reservou telas com taxa de atualização de 120 Hz para seus smartphones mais caros, enquanto a Samsung utiliza a tecnologia desde o 2021. Na prática, isso significa maior fluidez na transição das cenas e animações.

A maior diferença fica por conta do entalhe no topo do iPhone (o tal "notch"), que rouba um pouco de espaço útil da tela. Ainda assim, não é o suficiente para atrapalhar a experiência de quem está jogando ou vendo vídeos.

Veredito: empate. A decisão aqui deve levar em conta o aspecto do visual do aparelho que você mais gostou.

iPhone 13 Pro Max - Bruna Souza Cruz/Tilt - Bruna Souza Cruz/Tilt
iPhone 13 Pro Max
Imagem: Bruna Souza Cruz/Tilt

Comprar iPhone 13 Pro Max

  • Samsung Galaxy S22 Ultra 5G: 5.000 mAh
  • iPhone 13 Pro Max: 4.352 mAh

Considerando apenas números, o S22 Ultra tem bateria com capacidade mais de 10% superior à do iPhone. Na prática, porém, o Apple é capaz de ficar dois dias sem recarga, o que é muito bom.

No caso do S22 Ultra, a bateria é do mesmo tamanho que a do S21 Ultra. Nos testes de Tilt, foi suficiente para o celular ficar pouco mais de um dia sem pedir recarga. É pouco provável que o novo modelo seja muito diferente nesse sentido.

O que é digno de nota (negativa) é que, mesmo esses telefones sendo extremamente caros, nem Samsung nem Apple colocam um carregador na caixa.

Veredito: ponto para o iPhone 13 Pro Max, que dura um pouco mais com base nas especificações técnicas.

  • Samsung Galaxy S22 Ultra 5G: grande angular de 108 MP, ultra-angular de 12 MP, teleobjetiva de 10 MP e teleobjetiva periscópica de 10 MP (traseira); grande angular de 40 MP (frontal)
  • iPhone 13 Pro Max: iPhone 13 Pro Max: grande angular de 12 MP, teleobjetiva de 12 MP, ultra-angular de 12 MP (traseira) e sensor de profundidade; grande angular de 12 MP e sensor de profundidade e biometria (frontal)

Principal

Novamente, aqui o S22 Ultra encanta pelos números: 108 MP na lente principal da câmera traseira chega a ser um exagero. A julgar pelo S21 Ultra, que tem um sensor com essa mesma quantidade de megapixels, o celular deverá trabalhar com 12 MP na maioria dos casos, sendo que seu potencial total deverá necessitar de uma ativação nas configurações.

Fora isso, as duas teleobjetivas servem para o celular conseguir um zoom máximo de 100x. Novamente tendo o teste do S21 Ultra como parâmetro, isso não é tão útil na prática, já que, com o zoom máximo, a câmera fica bem instável. De qualquer forma, é de se esperar um altíssimo nível de qualidade nas fotos tiradas com o aparelho.

Não há muito o que se dizer do iPhone 13 Pro Max nesse quesito, já que os aparelhos da Apple costumam ser referência em qualidade de foto. Se isso já vale para as versões mais simples do iPhone, a variante Pro, com um sensor a mais na traseira, consegue ser ainda melhor.

Veredito: vitória do S22 Ultra pela resolução mais alta e zoom de longo alcance.

Frontal

Mais uma vez, a Samsung usa artilharia pesada de megapixels: são 40 MP na câmera de selfie do S22 Ultra. Ao menos na ficha técnica, supera com vantagem os 12 MP do iPhone no tamanho e qualidade final da foto considerando o maior volume de pixels. A seu favor, o modelo da Apple tem um sensor a mais, que serve para reconhecimento facial (Face ID).

Ao mesmo tempo, na prática, as fotos com o iPhone são ótimas e o mesmo nível deve ser alcançado pelo S22 Ultra.

Veredito: empate.

  • Samsung Galaxy S22 Ultra 5G: processador Qualcomm Snapdragon 8 Gen 1 (3 GHz, octa-core), 12 GB de memória RAM e 256 GB ou 512 GB de armazenamento
  • iPhone 13 Pro Max: processador A15 Bionic (hexa-core, 3,22 GHz), 6 GB de RAM e 128 GB, 256 GB, 512 GB ou 1 TB de armazenamento

Quem aposta em um celular desse segmento não tolera engasgos ou travamentos e isso deverá passar longe dos dois aparelhos. Resta então os testes de desempenho padronizados, os chamados "benchmarks".

Não é novidade nenhuma que o iPhone 13 voa nesse quesito, e, mesmo encarando um aparelho mais novo, ele obteve resultados melhores no app de testes Geekbench 5. Na análise que avalia todos os núcleos do processador ao mesmo tempo, ele marcou 4.647 pontos, contra 3.433 do S22 Ultra. A vantagem se manteve no teste de um núcleo só de cada vez, com 1.735 para o Apple e 1.232 para o Samsung.

Veredito: vitória do iPhone 13 Pro Max pelo processador mais potente, mas o S22 Ultra não fica muito atrás.

O maior diferencial aqui é a presença da S Pen, uma caneta que permite interagir com a tela do celular como se fosse uma folha de papel, e que, até então, era exclusividade da extinta linha Galaxy Note. Parece um recurso bem específico, mas tem muita gente que curte a ideia.

Já o iPhone 13 Pro Max tem como grande diferencial o Face ID —que já não é uma grande novidade, convenhamos. Vale lembrar que os dois aparelhos são compatíveis com redes 5G.

Veredito: vitória do S22 Ultra pela caneta S Pen.

  • Samsung Galaxy S22 Ultra: a partir de R$ 8.549 (256 GB)
  • iPhone 13 Pro Max: a partir de R$ 10.499 (128 GB)

O S22 Ultra já está à venda no Brasil. E, como é de se esperar, o preço é salgado: começa em R$ 8.549, na versão de 256 GB.

Assustou? Pois então saiba que isso parece uma pechincha perto do que a Apple cobra pelo iPhone 13 Pro Max: as etiquetas começam em R$ 10.499 para a versão de 128 GB, e podem chegar a impressionantes R$ 15.499 na versão com 1 TB de armazenamento.

De qualquer maneira, em comparação direta, os quase R$ 2 mil a menos do Samsung fazem uma grande diferença. Mesmo com desempenho inferior ao Apple, o novo celular tem qualidades suficientes para deixá-lo com um custo-benefício muito melhor do que o rival.

Resultado: vitória do S22 Ultra.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelos links recomendados neste conteúdo.