PUBLICIDADE
Topo

Influencer é assaltada após foto com Rolex; veja dicas de como se proteger

Influenciadora Jeniffer Endringer foi a única a ser alvo de assaltantes, que levaram seu relógio de luxo  - Reprodução/Instagram
Influenciadora Jeniffer Endringer foi a única a ser alvo de assaltantes, que levaram seu relógio de luxo Imagem: Reprodução/Instagram

Abinoan Santiago

Colaboração para Tilt, em Florianópolis

08/12/2021 17h02

A influenciadora e fisiculturista Jeniffer Endringer teve seu relógio com detalhes em ouro, da marca Rolex, roubado dentro de um salão de beleza no bairro Pinheiros, em São Paulo. Ela acredita que o suspeito tenha sido atraído após uma postagem que fez no Instagram de uma foto em que aparecia com o acessório. Na publicação, o nome do estabelecimento em que a influencer se encontrava ficou em destaque.

O modelo do relógio roubado está avaliado em US$ 21 mil dólares (cerca de R$ 118 mil). A repercussão do caso reacendeu o debate sobre privacidade e riscos de segurança diante do que se compartilha na internet.

"Eu postei uma foto com o relógio assim que eu cheguei no salão, por volta das 8h da manhã, a foto não era de perto. E o assalto foi às 12h40. O assaltante tinha certeza que eu ainda estava lá", comentou Jeniffer ao UOL. Seu perfil possui 271 mil seguidores. Por ele ser aberto, qualquer pessoa consegue acompanhar suas postagens.

Recentemente, a apresentadora Maisa compartilhou com seus fãs as estratégias que usa para aumentar sua segurança diante da vida pública. Uma das práticas é evitar marcar em publicações na internet a localização exata dos lugares em que está. A artista só posta onde esteve depois de ter ido embora.

Dicas para se proteger (sendo famosos ou não)

1 - Marcar a localização? Saia dessa

A estratégia usada por Maisa é interessante não só para pessoas famosas, mas para todos os internautas, principalmente quem possui perfis abertos em redes sociais.

Se você faz das redes sociais uma espécie de diário, principalmente com uso dos Stories (do Instagram), saiba que isso pode ser um perigo caso não deixe de tomar algumas medidas de segurança. Sendo assim, evite marcar a localização enquanto ainda está no lugar.

2 - Não transforme a rotina em 'BBB'

Não basta, contudo, apenas deixar de marcar a localização.

É recomendável que, nas redes sociais, você exponha o mínimo possível sobre sua rotina em tempo real, como se fosse no programa "Big Brother Brasil", a exemplo de postagens com o horário do trabalho, quando chega ou sai da faculdade ou escola ou em relação a qualquer outra atividade rotineira ou eventual no seu cotidiano.

Além disso, é sempre bom não aparecer uniformizada com algo que indique o seu local de trabalho ou de estudo. O cuidado com postagens de crianças e adolescentes deve ser redobrado.

3 - Sem dados e objetos pessoais

Não é incomum ver postagens nas redes sociais com a legenda "#Partiu", acompanhada do ticket de viagem ou o passaporte.

O recomendável é registrar o bilhete ou o documento sem que apareça algum dado pessoal, como RG, CPF, número do passaporte e até mesmo a sua foto. O mesmo vale para eventuais postagens com crachás da empresa, cartões de crédito ou débito e comprovantes de residências.

Publicar objetos pessoais de altos valores, como ocorreu com a fisiculturista, é algo não recomendável. A dica abrange joias, eletrônicos, veículos e até mesmo dinheiro. Todo cuidado é pouco.

4 - Quer relatar algo mais íntimo, escolha para quem

Caso você queira compartilhar algo mais pessoal, como alguma localização ou um evento da rotina relacionado às dicas anteriores, procure selecionar para quem deseja dividir a postagem na rede social.

No Instagram, é possível compartilhar a postagem apenas os seus melhores amigos. Para isso, é preciso criar uma lista e adicionar os perfis desejados para que a mensagem apareça a eles. Além disso, a plataforma dá possibilidade de ocultar algum usuário. Isso faz com que nada do que você publique apareça para ela.

Já no WhatsApp, a rede dá opção de configurar que apenas seus contatos vejam sua foto de perfil.

5 - Faça varreduras em seus seguidores

Caso você não tenha muitos seguidores e esteja com um tempo sobrando, recomenda-se que verifique quem decidiu acompanhar suas postagens, principalmente se seu perfil for aberto.

Se a sua conta exigir uma autorização para acompanhar o que publica, verifique o perfil da pessoa antes de aceitá-la para saber se pode ser um fake — criminosos costumam usar perfis falsos que parecem de pessoas reais para monitorar a rotina de potenciais vítimas.

Veja se o nome do perfil existe em outras redes sociais, se é atualizado com frequência ou até mesmo se a foto do perfil pode ser encontrada em banco de dados na internet.