PUBLICIDADE
Topo

Depois de Zuckerberg, agora é a Microsoft que tem novidades para metaverso

Microsoft irá lançar seu próprio metaverso para mundo corporativo - Divulgação/Microsoft
Microsoft irá lançar seu próprio metaverso para mundo corporativo Imagem: Divulgação/Microsoft

Nicole D'Almeida

Colaboração para Tilt, em São Paulo

03/11/2021 14h59

Após o anúncio de Mark Zuckerberg de que o Facebook mudou seu nome para Meta, chegou a vez de a Microsoft entrar na corrida do metaverso, ambiente de interação virtual. A empresa anunciou ontem (2), durante o evento "Ignite 2021", a chegada de avatares 3D ao Teams no próximo ano.

O recurso chamado de Microsoft Mesh — e anunciado no início deste ano — permitirá que usuários usem personagens animados durante as videoconferências quando não quiserem ligar a câmera. E não será preciso colocar fone de ouvido de realidade virtual (VR) para isso.

O internauta pode acessar o Mesh usando um smartphone, óculos VR de terceiros ou o HoloLens (óculos inteligentes de realidade mista da Microsoft).

Caso a pessoa não tenha um dispositivo capaz de exibir imagens 3D, poderá participar da interação com avatares 2D.

O avatar será animado usando a voz do usuário, graças a IA (Inteligência Artificial) que a Microsoft está usando. Em reuniões 3D mais envolventes, os personagens também poderão levantar as mãos quando a opção for acionada ou animar um emoji ao redor do avatar.

Futuramente, a empresa pretende usar a câmera para que a animação consiga repetir os movimentos e expressões do usuário.

Usuários do Teams poderão usar avatares em 3D - Divulgação/Microsoft - Divulgação/Microsoft
Usuários do Teams poderão usar avatares em 3D
Imagem: Divulgação/Microsoft

Além de poder usar um avatar durante uma reunião tradicional pelo Teams, será possível criar um espaço totalmente virtual em 3D dentro da plataforma no qual as pessoas poderão interagir com jogos ou compartilhando arquivos do PowerPoint e do Excel.

Nesses ambientes virtuais, também não será preciso usar fones de ouvido VR ou AR para acessá-los, qualquer aparelho será bem-vindo. Porém, a experiência será melhor caso tenha os dispositivos, segundo a Microsoft.

Tradução em reuniões

A gigante da tecnologia também está construindo suporte para tradução e transcrição para reuniões em espaços virtuais do Teams.

Dessa forma, será possível conversar com colegas de trabalho do mundo inteiro sem se preocupar com a barreira de idioma.

Microsoft terá seu metaverso - Divulgação/Microsoft - Divulgação/Microsoft
Microsoft terá seu metaverso
Imagem: Divulgação/Microsoft

O Microsft Mesh está previsto para o primeiro semestre de 2022.

"A meta é de que, no primeiro semestre do próximo ano, você possa entrar em um espaço imersivo e então poderá colaborar e usar as ferramentas da Microsoft ", disse Katie Kelly, gerente de produto principal para o Microsoft Mesh, em entrevista ao The Verge.

Dynamics 365 Connected Spaces

A Microsoft também anunciou durante o Ignite 2021 o software chamado Dynamics 365 Connected Spaces. Com ele, será possível que os usuários de movimentem e interajam nos espaços de lojas e/ou fábricas.

"Você poderia, por exemplo, experimentar uma loja Best Buy no metaverso" e verificar monitores e dispositivos, disse, Jared Spataro, vice-presidente da Microsoft. "Hoje, quando você pensa em um site, ele não está muito bem conectado à fisicalidade do que vivenciamos".