PUBLICIDADE
Topo

Nobel de Química premia dupla por ferramenta para construção de moléculas

Benjamin List e David MacMillan são anunciados os vencedores do Nobel de Química 2021 - JONATHAN NACKSTRAND/AFP
Benjamin List e David MacMillan são anunciados os vencedores do Nobel de Química 2021 Imagem: JONATHAN NACKSTRAND/AFP

De Tilt, em São Paulo

06/10/2021 06h59Atualizada em 06/10/2021 08h05

O Prêmio Nobel de Química de 2021 foi concedido a Benjamin List e David W.C. MacMillan pelo desenvolvimento de uma nova ferramenta precisa para a construção molecular: a organocatálise. O anúncio foi feito nesta manhã pela Academia Real das Ciências da Suécia. Confira a lista com os 10 últimos vencedores do Prêmio Nobel de Química.

O júri justificou que isso teve um grande impacto na pesquisa farmacêutica e tornou a química mais "verde", ou seja, mais amigável ambientalmente.

Os vencedores dividirão o prêmio, que totaliza 10 milhões de coroas suecas (cerca de R$ 6,1 milhões).

No ano passado, a francesa Emmanuelle Charpentier e a americana Jennifer A. Doudna levaram o prêmio pelo desenvolvimento do Crispr, sistema de edição genética.

Na segunda-feira, o Nobel de Medicina premiou o cientista americano David Julius e o americano de origem libanesa e armênia Ardem Patapoutian "por suas descobertas de receptores para temperatura e tato". Ontem, venceram o Nobel de Física os cientistas Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi por suas "contribuições inovadoras para a nossa compreensão de sistemas físicos complexos".

Amanhã, será a vez do prêmio de Literatura. O Nobel da Paz será revelado na sexta-feira (8). E o prêmio de Economia, criado em 1968, encerrará a temporada na próxima segunda-feira (11).

Entenda o trabalho

O júri explicou que muitas áreas de pesquisa e indústrias dependem da capacidade dos químicos de construir moléculas. Elas podem formar materiais elásticos e duráveis, armazenar energia em baterias ou até mesmo inibir a progressão de doenças.

Este trabalho requer catalisadores, que são substâncias que controlam e aceleram reações químicas, sem fazer parte do produto final. O júri citou como exemplo os catalisadores em carros que transformam substâncias tóxicas em gases de escapamento em moléculas inofensivas.

O corpo humano também têm milhares de catalisadores na forma de enzimas, que esculpem as moléculas necessárias para a vida.

Os catalisadores são, portanto, ferramentas fundamentais para os químicos, mas os pesquisadores acreditam que havia apenas dois tipos disponíveis: metais e enzimas. List e MacMillan conquistaram o Nobel porque, em 2000, independentes um do outro, desenvolveram um terceiro tipo de catálise, chamado de organocatálise assimétrica e que se baseia em pequenas moléculas orgânicas.

A organocatálise se desenvolveu a uma velocidade surpreendente desde 2000. Benjamin List e David MacMillan permanecem líderes no campo e demonstraram que catalisadores orgânicos podem ser usados para impulsionar inúmeras reações químicas. Usando essas reações, os pesquisadores agora podem construir de forma mais eficiente qualquer coisa, desde novos produtos farmacêuticos até moléculas que podem capturar luz em células solares. Desta forma, os organocatalisadores estão trazendo o maior benefício para a humanidade Trecho de nota divulgada pela Academia Real das Ciências da Suécia

Quem são os vencedores

Benjamin List nasceu em 1968 em Frankfurt, na Alemanha. Conquistou seu doutorado em 1997 na Goethe University, em Frankfurt. É diretor do Instituto Max-Planck, também na Alemanha.

David W.C. MacMillan nasceu em 1968 em Bellshill, no Reino Unido. Obteve seu doutorado em 1996 pela Universidade da Califórnia, em Irvine, nos Estados Unidos. Atualmente é professor da Universidade de Princeton, também nos EUA.

História do prêmio

Os prêmios Nobel nasceram da vontade do sábio e industrial sueco Alfred Nobel (1833-1896), inventor da dinamite, de legar grande parte de sua fortuna aos que trabalham por "um mundo melhor". Ele é lembrado como o patrono das artes, das ciências e da paz que, antes de morrer, no limiar do século 20, transformou a nitroglicerina em ouro.

Em seu testamento, assinado em Paris em 1895, um ano antes de sua morte em San Remo (Itália), ele designou os diferentes comitês que atribuem os prêmios a cada ano: a Academia Sueca para o de Literatura, o Karolinska Institutet para o de Medicina, a Real Academia Sueca de Ciências para o de Física e o de Química, e um comitê cinco membros especialmente eleitos pelo Parlamento norueguês para o da Paz.