PUBLICIDADE
Topo

The Serif: TV que 'vira quadro' da Samsung chega ao Brasil por R$ 12.499

Televisão The Serif de 55 polegadas - Divulgação
Televisão The Serif de 55 polegadas Imagem: Divulgação

Letícia Naísa

De Tilt*, em São Paulo

31/08/2021 18h22Atualizada em 01/09/2021 11h47

Uma sala sem uma TV com fundo preto no centro do cômodo parece cenário de novela, ou coisa de gente muito rica. Há algum tempo, porém, a Samsung aposta na camuflagem da televisão. A empresa acaba de anunciar que a sua linha The Serif, uma TV que "vira quadro", chegará ao Brasil na primeira semana de setembro.

Com 55 polegadas, ela custará R$ 12.499 e faz parte do mesmo conjunto de televisores que a The Frame, a The Sero (modelo que dá para usar na vertical) e o projetor The Premiere.

Além de ser uma televisão com tecnologia de ponta, a The Serif é um item de decoração, projetado pelos irmãos Bouroullec, uma dupla de designers franceses. O público-alvo do modelo é o consumidor que gosta de ter itens de decoração assinados (e que tem grana para investir em tal aquisição). A abordagem dela é voltar para o tempo em que a TV era um móvel de decoração.

"Queremos integrar a TV ao ambiente, e não escondê-la ou tirá-la da sala. Se depender de mim, coloco telas em tudo". É assim que Jong-hee Han, presidente da divisão de telas da Samsung, define sua visão sobre o futuro das televisões.

A estratégia da Samsung realmente é clara: colocar a televisão no centro da sua vida e jamais escondê-la — na verdade, até indo além, e deixando o objeto mais ainda no centro de tudo. Isso tudo começou já em 2018 com o lançamento das primeiras Qleds com a função "Modo Ambiente" — dessa maneira, a Samsung iniciava o apelo pelo fim da "tela preta", tornando a televisão um objeto atrativo para o ambiente até quando desligada.

Televisão The Serif, da Samsung - Divulgação - Divulgação
Televisão The Serif, da Samsung
Imagem: Divulgação

A The Serif não fica pendurada na parede, como a The Frame, nem pode ter as bordas customizadas. Sua moldura é branca e, com 28kg, ela vem com um suporte próprio preto, que esconde os fios — ou ela pode ser colocada em cima de um móvel. A lateral da televisão é inspirada na letra "I" serifada (um tipo de caligrafia com pequenos traços na ponta da letra).

Quando desligada, pode exibir quadros, imagens de paisagem ou fotografias da família — o que consome 30% da quantidade de energia de quando está ligada de fato.

Televisão The Serif, da Samsung - Divulgação - Divulgação
Televisão The Serif, da Samsung
Imagem: Divulgação

Assim como outros produtos da Samsung, ela permite espelhar a tela do smartphone, e tem todas as funções de um modelo smart, além de quatro portas USB, dois HDMI, antena, digital audio e ex-link.

Para facilitar a vida de quem gosta de assistentes de voz, a The Serif possui três opções: Bixby (da própria Samsung), Alexa e Google Assistente, todos com funções em português. Assim, é possível controlar a casa por meio da própria televisão.

Por enquanto, o lançamento ainda é um item importado, não está sendo fabricado no Brasil.

*Com reportagem de Fabiana Uchinaka e Gabriel Francisco Ribeiro