PUBLICIDADE
Topo

iPhone 13: chamada telefônica por satélite e fim do entalhe são apostas

Entalhe tradicional dos iPhones (foto) pode não fazer parte da linha iPhone 13 - Dimitri Karastelev/ Unsplash
Entalhe tradicional dos iPhones (foto) pode não fazer parte da linha iPhone 13 Imagem: Dimitri Karastelev/ Unsplash

Lucas Santana

Colaboração para Tilt

30/08/2021 15h31

A futura linha de iPhone nem possui data de lançamento confirmada ainda, mas as configurações que ela deve ganhar já circulam entre analistas e imprensa estrangeira. O rumor mais recente diz que o iPhone 13 (vamos chamá-lo assim), que pode ser apresentado em setembro, terá a capacidade de fazer ligações telefônicas por satélite, sem necessitar das tradicionais redes 2G, 3G, 4G e 5G para isso.

As chamadas seriam feitas por meio de uma rede de satélites de baixa órbita terrestre chamados de LEO, na sigla em inglês.

Quem apareceu com essa informação foi Ming-Chi Kuo, conhecido no mercado de telefonia por sempre ter informações valiosas de novidades da Apple (e acertar os rumores). Em uma nota a investidores, a que o site estrangeiro Apple Insider teve acesso, ele afirma que a empresa deve utilizar um modem proprietário no iPhone 13 baseado no modelo X60, da Qualcomm.

Esse é o mesmo tipo de modem que já é utilizado em outros aparelhos celulares por satélite feitos em parceria com a Globalstar, conhecida empresa desse setor. A mesma que fornece tecnologia para a Starlink, operadora de internet fixa via satélite de Elon Musk.

"Existem muitos cenários em potencial de uma cooperação no modelo de negócios da Apple com a Globalstar. O mais simples deles é que, se a operadora de telefonia do consumidor já tiver alguma relação com Globalstar, o usuário poderá usar diretamente o serviço de comunicação por satélite no iPhone 13", relata Ming-Chi Kuo na nota.

Pode não ser bem assim...

Mesmo que o rumor do novo modem seja verdadeiro, colegas da imprensa especializada apontam que pode não ser bem assim. A principal tese é de que a Apple não vai incluir uma daquelas antenas externas grandes (e feias) no seu novo smartphone, requisito importante para celulares que usam a rede de satélites.

Além desse "pequeno" detalhe, o simples fato de ter um modem baseado na arquitetura do X60 não significa que um celular pode ou deve se conectar à rede de satélites. Foi o que explicou Sascha Segan, analista de telecomunicações do site PCMag, no seu Twitter. Ele argumenta que, embora o foco da Globalstar seja a telefonia via satélite, a empresa também tem uma faixa de rede móvel terrestre a que seus celulares possuem acesso.

De qualquer forma, caso esse novo modem do iPhone 13 seja confirmado, a inclusão da tecnologia no smartphone demonstra a intenção da Apple em trabalhar, no futuro, em implementações que usem recursos da rede de satélites.

Visual do iPhone 13 pode ter vazado por engano

Enquanto o mercado especula sobre as entranhas do novo celular da Apple, o novo visual do smartphone pode ter sido vazado em uma cena da série "Ted Lasso", disponível no Apple+, serviço streaming da maçã.

Em um momento do último episódio disponibilizado na plataforma, uma personagem segura um aparelho da Apple que, por trás, parece muito um iPhone 12. Contudo, assim que o ângulo da câmera muda, dá para ver que o celular não tem o característico notch frontal (entalhe para a câmera de selfie), o que poderia indicar um futuro visual do iPhone.

Pela cena, é possível ver ainda que o aparelho fictício usa o iOS 14 , sistema operacional mais recente da empresa. Seria essa uma dica da Apple de que o iPhone 13 não vai mais ter o notch?

Sem querer desanimar os fãs da marca, os produtores da série Ted Lasso são conhecidos por utilizarem efeitos especiais em elementos tão mundanos quanto um celular na mão de uma personagem. Por hora, tudo não passa de especulação dos fãs mais atentos

Outras apostas do mercado para o iPhone 13

  • Apple deva lançar quatro novos modelos de iPhone, sendo dois "Pro" e dois usando só o 13 (com tamanhos de tela diferentes).
  • Preços de lançamento mais altos.
  • Todos terão um novo processador, o A15 Bionic
  • Não terá um sensor de digital para desbloqueio diretamente na tela do celular.
  • Caso os modelos ainda possuam o entalhe, ele será num tamanho menor
  • Melhores baterias
  • Tela com taxa de atualização de tela de 120 Hz (para imagens mais fluidas) para a linha iPhone 13 Pro
  • Tecnologia ProMotion do iPad Pro para pela primeira vez no celular da empresa. Nela, o display faz um ajuste automático dessa taxa de atualização.
  • Possibilidade de gravar vídeos ProRes, projetados para editores de vídeo profissionais, resultando em arquivos grandes com opções de resolução HD e 4K, e em modo retrato.

Quando o evento da Apple deve acontecer?

Tradicionalmente, a Apple costuma lançar os seus novos iPhones dentro da primeira quinzena de setembro. No ano passado, porém, a empresa usou o mês de outubro para apresentar suas novidades para o mercado de celulares. Tudo por conta da pandemia de covid-19.

As expectativas são de que a Apple volte a usar setembro para realizar o seu maior evento do ano. Um site de ecommerce chinês chamado IT Home deixou escapar que a pré-venda do iPhone 13 pode começar no dia 17 de setembro, os smartphones chegariam então às lojas no dia 24.

Depois do novo iPhone, o IT Home afirma que será lançada também uma terceira geração de AirPods no dia 30 de setembro.