PUBLICIDADE
Topo

Xiaomi 'cutuca' Apple e lança Mi Pad 5 Pro para competir com iPad Pro

Mi Pad 5 Pro - Divulgação/Xiaomi
Mi Pad 5 Pro Imagem: Divulgação/Xiaomi

Letícia Naísa

De Tilt, em São Paulo

15/08/2021 16h39Atualizada em 16/08/2021 10h27

Depois de passar na frente da Samsung com o lançamento do Mi Mix 4, agora a Xiaomi quer mandar uma mensagem para a Apple com seu novos modelos de tablet, o Mi Pad 5 e o Mi Pad 5 Pro, anunciados na última terça-feira (10).

Ambos chegam ao mercado para bater de frente com o iPad Pro. Com sistema Android 11 e preço mais atraente, os aparelhos apresentam especificações avançadas.

A versão mais simples do tablet da Xiaomi tem 6GB de RAM e 128GB ou 256GB de armazenamento e é equipado com o processador Snapdragon 860. Já o Mi Pad 5 Pro apresenta, além das mesmas opções do Mi Pad 5, uma com conexão de rede 5G, 8GB de memória RAM e 256GB de memória interna.

Ambas as versões têm o mesmo tamanho de tela, 11 polegadas. Ao contrário da tendência do Mi Mix 4, os tablets não têm a câmera frontal oculta — que muitos usuários já relataram não servir bem para selfies. Os sensores de selfies ficam na borda dos aparelhos. A resolução varia de 5MP na versão 5G do Pro e 8MP nas outras versões.

Na parte de trás, o design de câmera é igual à última versão do Mi 11. As laterais da novidade da Xiaomi é que são a grande provocação à Apple: são completamente planas, iguais às do iPhone 12 e do iPad Pro.

Com relação a bateria, Mi Pad 5 apresenta 8.720 mAh e suporte para carregamento de 33W, enquanto o Pro tem capacidade um pouco menor, 8.600mAh, mas velocidade maior de carga, 67W.

Preços

Por enquanto, os aparelhos da linha estão disponíveis apenas na China. Não há informações sobre um lançamento global. Por lá, os preços variam entre 1.999 yuans (cerca de R$ 1600) e 3.499 yuans (cerca de R$ 2.800) da versão "inferior" à Pro.