PUBLICIDADE
Topo

Celulares dobráveis e relógios: o que esperar do evento da Samsung amanhã

Reprodução/Tilt
Imagem: Reprodução/Tilt

De Tilt, em São Paulo

10/08/2021 04h00

Esta quarta-feira (11) é dia de mais um Galaxy Unpacked, nome dado aos grandes eventos realizados pela Samsung para anunciar os lançamentos de novos produtos. Este é o segundo do ano, e, mais uma vez por conta da pandemia de covid-19, será totalmente online.

A expectativa é de que os destaques do evento sejam os celulares dobráveis — novas gerações do Galaxy Z Flip e do Galaxy Z Fold. O teaser da empresa em vídeo já até deu pistas disso com o "prepare-se para desdobrar (Get ready to unfold)".

Há também rumores de que sejam anunciados novos modelos de relógios da linha Galaxy Watch e fones de ouvido Galaxy Buds. O que deve ficar de fora desta vez é a linha Galaxy Note de celulares grandes e com suporte a caneta, tradicionalmente lançada no segundo semestre.

Para já fazer um esquenta para o evento, reunimos os principais rumores relacionado ao grande evento da Samsung do segundo semestre que tem saído na imprensa estrangeira:

Galaxy Z Fold 3

O site "Ars Technica" indica que uma das novidades do evento será a apresentação do Galaxy Fold 3, que lembra bastante o Galaxy Z Fold 2, lançado em 2020.

Como novidade, ele deve contar com bons refinamentos, como uma tela externa maior e um vidro mais resistente na parte de dentro para evitar problemas como o da primeira geração do telefone.

Sem o Galaxy Note, que não deve ter uma nova versão lançada este ano, o Fold 3 é o principal candidato a ganhar suporte à canetinha S Pen para não deixar os fãs de mãos abanando.

Como é praxe, em alguns mercados o Fold 3 deve vir com o chip Exynos 2100, feito pela Samsung, e em alguns outros o processador deve ser o Snapdragon 888 Plus, da Qualcomm — o mais potente do mercado atualmente. Todos deverão ter 5G.

Por dentro, o site "The Verge" aposta que o Fold 3 deve contar com um sistema duplo de baterias que, somando, tem capacidade de 4.380 mAh. Mas não vazaram mais detalhes sobre as outras especificações.

Existe também a expectativa de o Fold 3 seja resistente a água e poeira e um pouco mais barato que o seu antecessor. Os primeiros Galaxy Fold tinham preço sugerido de US$ 2.000. Para o Fold 3, analistas apostam numa faixa de preço na casa dos US$ 1.600, para começar tornar a tecnologia mais acessível.

Galaxy Z Flip 3

Em 2020, a Samsung estreou o Galaxy Z Flip, um celular dobrável que se fecha como os antigos aparelhos de flip e rivalizar com o Motorola Razr. Uma nova versão do aparelho também pode surgir no evento desta semana.

Neste telefone dobrável, uma das novidades pode ser o aumento da tela externa que facilita na hora das selfies. No quesito câmeras, ele deve ter dois sensores externos (cada um com 12 MP). O site "The Verge" indica que pode haver uma câmera selfie sob a tela, de 10 MP.

Outra novidade deve ficar por conta do design do smartphone. Pela primeira vez, ele terá dois tons de cor. A área da câmera deve ter um tom mais neutro (preto), enquanto o resto do telefone, um outro tom diverso.

Por dentro, ele deve ter o chip Snapdragon 888, uma bateria de 3.300 mAh, e memória RAM de 8 GB e 256 GB para armazenamento.

Há quem aposte também que o celular vai se chamar Galaxy Z Flip 3, pulando o "2" para combinar com o Z Fold que já está em sua terceira encarnação. Não seria a primeira vez que a Samsung pula uma numeração para combinar suas linhas de smartphones.

Galaxy Watch 4 e mais um fone de ouvido sem fio

Completando o rol de lançamentos, a Samsung deve apresentar duas versões do seu relógio Galaxy Watch 4. Por ora, parece que a diferença entre eles é só no visual, sendo que o clássico deve ter mais pinta de relógio convencional.

Supostas imagens do Galaxy Watch 4, da Samsung, obtidas pelo site Sam Mobile - Reprodução/Sam Mobile - Reprodução/Sam Mobile
Supostas imagens do Galaxy Watch 4, da Samsung, obtidas pelo site Sam Mobile
Imagem: Reprodução/Sam Mobile

Como a maioria dos relógios inteligentes, eles devem contar com sistema de monitoramento de atividade física, monitor de batimentos cardíacos, sistema para análise do sono, medidor de pressão arterial e de saturação de oxigênio (SpO2).

Como novidade, o aparelho pode contar com um sistema que ajuda a avaliar a composição da gordura corporal, segundo o site "Sam Mobile".

O principal rumor é de que a nova geração de relógios deve vir com o sistema Wear OS, do Google, em vez do Tizen. Se for verdade, esse novo sistema pode conferir uma maior integração do relógio com serviços e apps do Google, além de lidar melhor com aparelhos Android além daqueles feitos pela Samsung.

Como é tradição, junto com novos telefones topo de linha, a Samsung também deve apresentar novos fones de ouvido da linha Galaxy Buds, rival dos AirPods, da Apple. Evan Blass, um notório vazador de lançamentos, publicou há alguns dias imagens de como eles devem ser.

Animados com as apostas? Acompanhe o lançamento oficial da Samsung nesta quarta-feira.