PUBLICIDADE
Topo

Galaxy M51 x M62: qual dos celulares com bateria gigante vale mais a pena?

Galaxy M51 (esq.) e M62 (dir.): celulares parecidos, mas com preços bem diferentes - Reprodução
Galaxy M51 (esq.) e M62 (dir.): celulares parecidos, mas com preços bem diferentes Imagem: Reprodução

Aurélio Araújo

Colaboração para Tilt, em São Paulo

10/08/2021 04h00

O Galaxy M51 chegou ao Brasil no final de 2020 com a maior bateria do mercado em termos de números: 7.000 mAh. Agora no início de agosto, a Samsung lançou o Galaxy M62, uma versão mais nova da linha e que também tem como destaque a mesma bateria gigante.

De acordo com a fabricante, ambos podem ser usados moderadamente por dois dias sem recarga. As semelhanças entre eles se estendem para a qualidade de câmeras, tela e recursos extras. Mas qual deles tem o custo-benefício melhor?

Tilt comparou as especificações técnicas dos dois modelos para ajudar você a descobrir qual vale a pena.

  • Galaxy M51: 163.9 mm x 76.3 mm x 9.5 mm; 213 gramas
  • Galaxy M62: 163.9 mm x 76.3 mm x 9.5 mm; 218 gramas

As dimensões dos dois produtos são iguais. A exceção é apenas o peso, que possui um valor ligeiramente diferente. Olhando o visual dos aparelhos dá para notar claramente que a parte frontal é bem parecida. Um furinho na parte superior central da tela foi usado abrigar a câmera de selfie.

Ambos são feitos com acabamento em plástico. A mudança mais visível está na parte de trás. Enquanto o M51 tem aparência lisa e simples (vendido nas cores preto ou branco), o M62 vem com design de aspecto metálico e linhas verticais, disponível em preto ou azul.

O arranjo de câmeras também permite diferenciá-los, embora os dois tenham quatro câmeras traseiras: no M51, três ficam empilhadas e uma está sozinha na coluna ao lado (mais retangular); no M62, elas estão em duas filas paralelas (mais quadrado). Botões e sensores de impressão digital ficam na lateral nos dois modelos.

Veredito: Empate técnico. O visual mais padrão do Galaxy M51 pode agradar algumas pessoas. Porém, a pegada mais criativa da traseira do M62 junto com o seu conjunto de câmeras mais discreto também podem convencer outros.

  • Galaxy M51: 6,7 polegadas (17 cm) Super Amoled Plus, Full HD+; 60 Hz
  • Galaxy M62: 6,7 polegadas (17 cm) Super Amoled Plus, Full HD+; 60 Hz

Mais um item muito semelhante. O tamanho das telas é igual. O mesmo vale para a resolução do display, que é de 1.080 x 2.400 FHD+, e para a taxa de atualização, com 60 Hz (ela serve para dar mais fluidez nas cenas. Quando maior o número, melhor).

Veredito: Mais um empate técnico.

  • Galaxy M51: 7.000 mAh
  • Galaxy M62: 7.000 mAh

Chegamos ao principal atrativo dos dois smartphones: a bateria de 7.000 mAh, que se impõe à dos concorrentes no mercado brasileiro (que trabalham na média com valores entre 4.000 mAh e 5.000 mAh). O carregamento é de 25W em ambos, que restaura rapidamente a vida da bateria.

Segundo a Samsung, o M62 é capaz de fazer a bateria durar até 24h com uso de internet 4G direto. De reprodução de vídeo, a estimativa é de até 33h. O M51 consegue, respectivamente, até 23h e 34h direto. Valores bem parecidos.

Testes conduzidos pelo site "GSM Arena" mostram que o M51 funciona por 53 horas com uma única carga. O carregamento de 0% a 100% leva 1 hora e 47 minutos. Se considerarmos que a bateria é idêntica a do M62, poderíamos assumir que o desempenho também seria na mesma linha do modelo mais novo. Porém, somente os testes práticos é que vão dizer.

Esse tipo de resultado também depende da otimização do processador e do sistema operacional. Esse conjunto pode fazer toda a diferença mesmo que a quantidade de mAh da bateria seja igual.

Veredito: Mais um empate técnico, mas que fique claro que o resultado pode mudar dependendo do que a Samsung preparou para o recém lançado Galaxy M62.

Principal

  • Galaxy M51: 64 MP + 12 MP + 5 MP + 5 MP
  • Galaxy M62: 64 MP + 12 MP + 5 MP + 5 MP

O conjunto quádruplo de câmeras traseiras nos dois celulares tem a principal com 64 MP, uma câmera ultrawide de 12 MP (ângulo de 123°) e duas câmeras de 5 MP, sendo uma macro (para tirar fotos de objetos aproximados) e uma com sensor de profundidade (para ajudar no desfoque do fundo).

Inclusive, a macro de 5 MP é um ponto positivo para ambos. O comum no mercado para uma câmera desse tipo tem sido 2 MP. A gravação de vídeo é feita em UHD 4K, com resolução de 3.840 x 2.160, com 30 fps. Só a parte traseira tem luz de flash.

Uma ligeira diferença entre os dois é o alcance do zoom digital: até 10x no M62 e até 8x no M51. A possibilidade de fazer vídeos em câmera lenta no modelo deste ano é melhor (480 fps - quadros por segundo) do que no do ano passado (240 fps).

Frontal

  • Galaxy M51: 32 MP
  • Galaxy M62: 32 MP

As câmeras frontais dos dois modelos são parecidas. Com 32 MP, elas possuem o efeito de desfoque do fundo com ajuda do sistema operacional instalado nos celulares.

Veredito: Com uma ligeira vantagem, o Galaxy M62 ganha a disputa aqui.

  • Galaxy M51: Snapdragon 730, 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento
  • Galaxy M62: Exynos 9825, 8 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento

É aqui que a diferença entre os dois aparelhos aparece mais. Ambos possuem processadores octa-core, ou seja, com oito núcleos, o que ajuda no desempenho, tornando o celular mais veloz. Porém, o M62 vem com o Exynos 9825, superior ao Snapdragon 730 do M51. O celular deste ano usa o mesmo processador da linha avançada da Samsung de 2019, o Galaxy Note 10.

Os núcleos do processador do Galaxy mais novo funcionam em frequências de 2,73 GHz, 2,4 GHz e 1,95 GHz, mais rápidas que as do modelo mais antigo, que opera em 2,2 GHz e 1,8 GHz.

O M62 fica à frente também em termos de memória RAM: são 8 GB contra 6 GB do M51.

Quando o assunto é espaço de armazenamento, os celulares têm a mesma configuração. Porém, o Galaxy de 2021 permite usar um chipe de memória de até 1 TB. A versão do smartphone de 2020 isso é possível até 512 GB.

Veredito: Ganha o Galaxy M62, superior nas configurações que impactam o desempenho.

Tanto o Galaxy M62 quanto o Galaxy M51 têm disponibilidade para dois chips e nenhum dos dois vem som estéreo. São idênticos nos tipos de sensores: acelerômetro, impressão digital, giroscópio, de proximidade, entre outros.

Veredito: Empate novamente.

  • Galaxy M51: R$ 1.899 no site oficial. No varejo, a partir de R$ 1.614,15*.
  • Galaxy M62: R$ 2.499 no site oficial. No varejo, a partir de R$ 2.249,10*.

O Galaxy M62 foi lançado pelo preço oficial de R$ 3.499 (e promocional até agosto de R$ 2.499). Com certeza é um valor acima do cobrado no Galaxy M51. Por isso, sua escolha deve ter alguns pontos de atenção.

  • Preciso de um celular com boa bateria: Galaxy M51 seria um bom aparelho. É mais barato e sua bateria é grande.
  • Preciso de um celular com boa bateria e processador mais rápido: se você puder, vale mais investir no Galaxy M62 pelos motivos listados no tópico sobre desempenho.
  • Os dois requisitos não estão na minha lista como prioridade: escolha o Galaxy M51 por custar menos. As demais configurações são quase as mesmas.

*Preços pesquisados em 09 de agosto de 2021, usando sites oficiais da Samsung e de marketplaces.