PUBLICIDADE
Topo

Galaxy S20 x Galaxy S20 FE: vale mais um top antigo ou um novo e simples?

Galaxy S20 x Galaxy S20 FE - UOL
Galaxy S20 x Galaxy S20 FE Imagem: UOL

Vinícius de Oliveira

Colaboração para Tilt

29/06/2021 04h00Atualizada em 29/06/2021 18h11

O celular Galaxy S20 FE é o quarto integrante da família S20 da Samsung. Com a sigla em seu nome indicando "Fan Edition" (Edição dos Fãs, em tradução livre), o aparelho, lançado no final de 2020, promete trazer o que há de melhor nos tops de linha por um valor mais acessível.

O smartphone já é encontrado por menos de R$ 2,5 mil na loja oficial da gigante sul-coreana, contra os R$ 4,5 mil cobrado na época em que chegou ao Brasil, o que é ótimo.

Mas será que, agora com preço mais baixo, ele já pode competir com seu irmão mais o top de linha Galaxy S20? O modelo, lançado no país em março de 2020, custa em torno de R$ 2.999 em lojas varejistas. Tilt apresenta a ficha técnica dos dois para ajudar na comparação.

O UOL pode receber uma parcela das vendas pelo link recomendado neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.

  • Galaxy S20: 151,7 mm x 69,1 mm x 7,8 mm e 163 gramas
  • Galaxy S20 FE: 159,8 mm x 74,5 mm x 8,4 mm e 190 gramas

O Galaxy S20 possui um furo frontal bem discreto para abrigar a câmera de selfie. Na parte traseira, um módulo retangular com bordas arredondadas abriga as três lentes e o flash de LED.

O corpo do aparelho é de alumínio, enquanto a parte da frente e a de trás são de vidro com proteção Gorilla Glass 6. O modelo é vendido em três opções de cores: preto, azul e rosa.

Maior e mais pesado, o S20 FE possui o mesmo design, mas com traseira de plástico fosco. A troca pode agradar, pois deixa menos marcas de dedos e impressões digitais. Está disponível em seis cores: azul-marinho, branco, laranja, menta, vermelho e lavanda.

Veredito: Empate. A decisão aqui vai mais com base no seu gosto pessoal. A troca da traseira de vidro do Galasy S20 por uma de plástico pode ser considerada um "retrocesso". Mas a versão de fã tem maior variedade de cores e a traseira é mais discreta e evita marca de dedos.

  • Galaxy S20: 6,2 polegadas (15,7 cm), Dynamic Amoled, QHD+ (1.440 x 3.200 pixels), 120 Hz
  • Galaxy S20 FE: 6,5 polegadas (16,5 cm), Super Amoled, Full HD+ (1.080 x 2.400 pixels), 120 Hz

A tela é um dos itens onde fica maior a diferença entre os dois aparelhos da Samsung. Enquanto o S20 apresenta tela de 6,2 polegadas com qualidade QHD+, o FE teve o visor maior com 6,5 polegadas. Além disso, a definição foi reduzida para Full HD+.

O que significa essa mudança? Jogos, vídeos e fotos têm melhor definição no Galaxy S20. Porém, para usar os 120 Hz da taxa de atualização (que deixa a transição de imagens mais fluída), a Samsung não permite usufruir da resolução QHD+.

Outra mudança no Galaxy S20 FE que vale destacar: a fabricante optou por voltar para a tela Super Amoled, considerado um antecessor do Dynamic Amoled. Este último possui melhor cobertura do espectro de cores, redução de fadiga ocular e maior contraste.

Veredito: Por ter melhor resolução e qualidade, optamos pelo Galaxy S20.

  • Galaxy S20: 4.000 mAh
  • Galaxy S20 FE: 4.500 mAh

Embora tenha maior capacidade de bateria, o Galaxy S20 FE não apresentou desempenho de destaque em testes realizados por sites estrangeiros, como "Tom's Guide". Em navegação contínua pela internet, o "Fan Edition" permaneceu ligado por aproximadamente 9 horas. O S20 conseguiu ficar meia hora a mais.

Essa diferença pode ser explicada pelo tamanho da tela que, quanto maior, mais recursos consome. E um lembrete: se você usar o Galaxy S20 com a taxa de atualização de 120 Hz ativada, a tendência é que a bateria dure menos ao longo do dia.

Veredito: Galaxy S20 pela maior duração de bateria na prática.

  • Galaxy S20: câmera tripla traseira (principal de 12 MP, teleobjetiva de 64 MP e grande angular de 12 MP) e frontal (10 MP)
  • Galaxy S20 FE: câmera tripla traseira (principal de 12 MP, teleobjetiva de 8 MP e grande angular de 12 MP) e frontal (32 MP)

Principal

O Galaxy S20 traz um conjunto de três lentes, com destaque para a teleobjetiva (que foca objetos a grande distância) de 64 MP com zoom híbrido de 3x. Isso permite tirar fotos com resolução 4.000 x 3.000 pixels e gravar em qualidade 8K.

Já o Galaxy S20 FE tem uma teleobjetiva de 8 MP, com zoom óptico de 3x. A qualidade de gravação das imagens neste caso cai para 4K.

Em testes dos sites "GSMArena" e do "Tech Daily", não há muita diferença entre as imagens feitas com os dois modelos, com uma pequena vantagem para o FE graças ao zoom óptico. As fotos tiradas com ele em 3x, 10x e 30x mostram mais detalhes e definição.

Veredito: Escolhemos o Galaxy S20 FE, que apresentou maior riqueza de detalhes na aproximação digital. Mas a qualidade das fotos dos dois celulares é muito boa.

Frontal

Enquanto o Galaxy S20 apresenta uma câmera frontal de 10 MP, o Galaxy S20 FE chega aos 32 MP. Porém, isso não resulta necessariamente em melhores fotos porque, por exemplo, não há foco automático na câmera de selfie.

Outro motivo é que o sensor comprime as fotos do S20 FE para 8 MP e depois, digitalmente, as transforma em 10 MP. Isso faz com que a riqueza de detalhes possa ser perdida quando as fotos são tiradas nessa configuração.

Veredito: Como o S20 FE não possui foco automático na câmera frontal, o Galaxy S20 ganha o quesito.

  • Galaxy S20: Exynos 990 (2.73 GHz), 8 GB de memória RAM e 128 GB de memória interna
  • Galaxy S20 FE: Exynos 990 (2.73 GHz) ou Snapdragon 885 (2.84 GHz), 6 GB de memória RAM ou 8 GB e 128 GB ou 256 GB de memória interna

Quando a Samsung lançou o Galaxy S20 FE no Brasil, ele veio com processador Exynos 990. No entanto, em maio de 2021, a empresa trouxe a versão com Snapdragon 885, da Qualcomm, mas sem fazer alarde. Em tese, eles são equivalentes.

Testes de desempenho mostram que a versão com o chip da Qualcomm tem se saído melhor. No aplicativo Geekbench 5, o S20 FE com Exynos fez 720 pontos em single-core (quando apenas um dos oito núcleos do processador é submetido a tarefas pesadas).

Nesse mesmo quesito, o S20 FE com Snapdragon fez 797 pontos. Já o S20 fez um total de 769 pontos no mesmo teste.

No quesito multi-core (quando todos os oito núcleos são estressados ao mesmo tempo), o S20 FE com Exynos fez 2.444 pontos, enquanto a versão com Snapdragon chega a 2.947. O S20, por sua vez, faz 2.576 pontos.

Veredito: Quando a disputa está entre modelos com processador da Samsung, a vitória é vai para o Galaxy S20. No entanto, a chegada do modelo com chip da Qualcomm torna o Galaxy S20 FE uma opção melhor.

Quando o assunto é som, o Galaxy S20 apresenta dois alto falantes estéreo, o que deixa a reprodução de áudio mais equilibrada.

Já no Galaxy S20 FE, o segundo alto-falante é convertido para estéreo, o que pode acabar afetando a qualidade do som. Os dois celulares não trazem entrada P2 para fones de ouvido.

Veredito: Galaxy S20 pelo diferencial dos alto-falantes estéreo.

  • Galaxy S20: a partir de R$ 3.332,38 (no varejo)
  • Galaxy S20 FE: a partir de R$ 2.449 (loja oficial)

No nosso comparativo de ficha técnica, o Galaxy S20 pontuou mais. Porém, ele tem se tornado raridade no varejo e está indisponível na loja oficial da Samsung. Se não fosse isso, ele ganharia sem dúvidas.

Mas pensando no custo-benefício, Galaxy S20 FE leva a melhor. A diferença de valor entre eles pode ultrapassar R$ 1 mil. O FE é um ótimo celular, mesmo que tenha perdido em alguns quesitos. Lembre-se de verificar se o processador é o Snapdragon 865 da Qualcomm, que é melhor.

Outras boas opções nessa faixa de preço são o LG Velvet (a partir de R$ 2.799), com design minimalista, e o Moto G100, que não economiza no desempenho (a partir de R$ 2.269), com conectividade à rede 5G.

* Preços pesquisados em 28 de junho de 2021. Para efeitos de comparação, usamos o menor valor encontrado do Galaxy S20 oferecido em lojas varejistas no Brasil. O modelo não é mais vendido na loja da Samsung.