PUBLICIDADE
Topo

Vídeo mostra supostos destroços de foguete da China que caiu na Terra

Imagem publicado na rede social chinesa Weibo mostra suposto foguete da China que caiu na Terra - Reprodução/Weibo
Imagem publicado na rede social chinesa Weibo mostra suposto foguete da China que caiu na Terra Imagem: Reprodução/Weibo

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

23/06/2021 15h44Atualizada em 24/06/2021 17h20

Um vídeo compartilhado pelo repórter aeroespacial Andrew Jones no Twitter mostra o que supostamente seriam destroços do foguete chinês Longa Marcha 2F. O propulsor foi responsável por lançar três astronautas em órbita em 16 de junho.

As imagens mostram o objeto jogado em um campo aberto e possivelmente vazando o que seria tetróxido de nitrogênio, material utilizado como combustível pelos foguetes.

"Alguns destroços de reforço na faixa de Jiuquan após o lançamento de Shenzhou-12, com escape de gás oxidante de tetróxido de nitrogênio laranja perigoso", postou o jornalista.

O professor Chris Combs, da Universidade do Texas, compartilhou a mesma imagem e alertou sobre os perigos de se aproximar do material inflamado.

Ele também publicou o que seria uma outra imagem dos destroços desse foguete, mas trata-se na verdade de outro caso.

Uma postagem na rede social Weibo mostra o momento em que é possível ver os destroços do foguete Longa Marcha 2F caindo na Terra. Ele teria caído em Ordos, uma bacia montanhosa que fica no noroeste da China. O post afirma que as estradas da região foram fechadas e as pessoas levadas para áreas seguras.

De acordo com o site "Futurism", não é possível confirmar a veracidade dos vídeos postados e, até o momento, as autoridades da China não se manifestaram sobre o ocorrido.

Não é a primeira vez

Essa não é a primeira vez que um foguete chinês fez um retorno descontrolado à superfície da Terra. No início de maio, o foguete Longa Marcha 5B retornou de forma descontrolada para Terra após ser utilizado pela China para colocar parte de sua estação espacial em órbita.

Na época, a reentrada do foguete causou preocupação de que os destroços poderiam cair em uma área habitada. Contudo, as peças caíram no Mar Arábico, perto das Ilhas Maldivas, no Oceano Índico, de acordo com as autoridades chinesas.

Apesar de algumas autoridades no assunto terem demonstrado preocupação com o retorno descontrolado de foguetes chineses à atmosfera da Terra, a China rebate a acusação. A imprensa daquele país descreveu os alertas do Ocidente como "exageros" e previu que os destroços do Longa Marcha 5B cairiam em algum lugar em águas internacionais.

Especialistas espaciais também previram que as chances de alguém ser atingido por um pedaço de lixo espacial eram muito pequenas, especialmente porque grande parte da superfície da Terra é coberta por oceanos e grandes áreas de nosso planeta são desabitadas.