PUBLICIDADE
Topo

'Filtro da Disney' do Snapchat transforma você em desenho, mas é seguro?

Filtro Cartoon 3D Style do Snapchat - Reprodução
Filtro Cartoon 3D Style do Snapchat Imagem: Reprodução

Lucas Santana

Colaboração para Tilt

16/06/2021 15h35

Nas últimas semanas, vários internautas começaram a publicar fotos de seus rostos no estilo desenho animado. O app da vez era o Voilà AI Artist, que usa inteligência artificial para criar imagens das pessoas em 3D, com contornos cartunescos, ao melhor estilo Disney Pixar. Ao mesmo tempo, um filtro que dá um resultado bem parecido em vídeos gravados em tempo real começou a viralizar no Snapchat.

Chamado de Cartoon 3D Style, o filtro foi desenvolvido pela própria rede social e utiliza a tecnologia de realidade aumentada proprietária do Snapchat, chamada Lenses. A câmera do celular captura os traços da pessoa e, automaticamente, a transforma em uma figura 3D gerada em tempo real com traços muito próximos aos da realidade.

Nas redes sociais, as pessoas compartilharam espantadas os resultados da transformação.

Como outros apps e filtros lançados no passado, a tecnologia desperta desconfiança sobre a segurança das informações de reconhecimento facial.

O FaceApp, que ficou famoso em 2020 por criar versões idosas e de gênero diferente das pessoas, de forma bastante fidedigna, foi acusado de roubar dados por conta de sua política de privacidade.

O filtro é seguro?

Bom, não há grandes novidades sobre a política de privacidade do Snapchat, muito parecida com a de velhos conhecidos das big techs. Em tese, a empresa trabalha para proteger seus usuários. Porém, não detalha se há coleta e compartilhamento de dados de reconhecimento facial dos clientes no filtro Cartoon 3D Tilt procurou a companhia para esclarecer, mas ainda não obtivemos resposta.

De qualquer forma, é importante explicar o que a Snap Inc. (dona do Snapchat) passa a saber sobre os internautas que começam a usar a rede social (e o filtro): ela torna-se proprietária de itens pessoais como localização, contatos telefônicos, fotos, vídeo e mensagens. A empresa pode utilizá-los para fazer melhorias no próprio sistema ou compartilhar com parceiros comerciais para fins de publicidade.

Na página de privacidade do Snapchat constam algumas informações adicionais interessantes:

  • A companhia pode utilizar informações do TrueDepth (sistema inteligente de câmera da Apple) para melhorar a tecnologia Lenses, que possibilita brincadeiras como as do filtro Cartoon 3D. Segundo a página, os dados são utilizados em tempo real e não são armazenados nos servidores da empresa nem compartilhados com terceiros.
  • Também é possível que o Snapchat use suas informações para melhorar os serviços de publicidade. Nesse ponto, não há garantias de que registros faciais, obtidos por meio da câmera no Lenses, não sejam fornecidos para outras empresas de alguma forma. Contudo, é possível alterar algumas configurações de privacidade e publicidade no app, segundo a empresa.
  • A Snap Inc. pode, ainda, compartilhar suas informações com outras empresas que prestam serviços para a companhia para melhorar a segurança, prevenir fraudes, e sob pedido de governos.
  • No caso de venda do Snapchat, os dados dos usuários sob responsabilidade da empresa serão transferidos para o novo proprietário.

Como no FaceApp e no Voilà AI Artist, há uma lista de empresas que prestam serviço para a Snap Inc. e que podem ter acesso aos dados, entre eles provedores de gerenciamento de dados, com propósito de melhoria na tecnologia de machine learning (capacidade do sistema aprender), além de serviços de armazenamento na nuvem e de análise de informações. Na lista há também empresas terceiras de publicidade e produção de conteúdo, inclusive serviços de streaming.