PUBLICIDADE
Topo

Empresas estão de olho em técnica para plantar anúncios em sonhos; entenda

Pesquisadores do sono querem regulamentação de uma técnica para colocar anúncios nos sonhos das pessoas - Getty Images
Pesquisadores do sono querem regulamentação de uma técnica para colocar anúncios nos sonhos das pessoas Imagem: Getty Images

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

14/06/2021 12h57

Se você já assistiu ao filme A Origem (2010), estrelado por Leonardo Di Caprio, deve se lembrar da história na qual era possível entrar na mente humana por meio dos sonhos e alterar ou coletar informações. E se fosse possível fazer algo parecido na vida real?

Calma, ainda não é possível entrar em profundas camadas de seu sono para conseguir informações importantes da sua vida. Contudo, 40 pesquisadores do sono assinaram uma carta direcionada aos legisladores dos Estados Unidos pedindo a regulamentação de uma técnica que teria a capacidade de colocar anúncios nos sonhos das pessoas.

De acordo com o Futurism, os pesquisadores afirmam que a técnica, chamada Incubação de Sonhos Direcionada (TDI, na sigla em inglês) já estaria sendo estudada por grandes marcas, como a cervejaria Molson Coors e o Burger King.

"Plantar sonhos nas mentes das pessoas com o propósito de vender produtos, sem falar de substâncias viciantes, levanta questões éticas importantes. Nossos sonhos não podem se tornar apenas mais um playground para anunciantes corporativos", diz um trecho da carta. "A publicidade TDI não é um truque divertido, mas uma ladeira escorregadia com consequências reais", afirmaram os pesquisadores.

Na carta, os pesquisadores afirmam que a Molson Coors, dona de marcas de cerveja como Coors, Blue Moon e Miller, teria usado a TDI dias antes do Super Bowl, a final da NFL. Assista um vídeo da marca que explica a técnica.

No vídeo é possível ver que a empresa convidou algumas pessoas para assistirem um vídeo indutor de sonhos, que teria sido criado com a colaboração de um cientista especialista em sonho. A publicação, chamada "O grande comercial dos seus sonhos", conta com a participação de uma psicóloga dos sonhos que diz ser possível que a TDI funcione.

Os participantes viram imagens e sons de cachoeiras, parques cobertos de neve e montanhas, todas com imagens da cerveja Coors. Eles deveriam assistir aos vídeos antes de dormir e pensar que gostariam de sonhar com aquilo.

Quando atividade cerebral relacionada aos sonhos era detectada, os especialistas acordavam as pessoas para que elas se lembrassem do que haviam sonhado - os três participantes mostrados no vídeo sonharam com algo parecido com as imagens mostradas.

Segundo os especialistas do sono que assinaram a carta, para que a TDI funcione ainda é necessária a participação ativa da pessoa que será impactada, como mostrado no vídeo. Mas eles acreditam que esse pode ser apenas o início do desenvolvimento de uma tecnologia que não precise dessa participação para receber o anúncio em seus sonhos.