PUBLICIDADE
Topo

Internet está ruim? Chuva, vento e o calor podem afetar a sua conexão

Yanalya/ Freepik
Imagem: Yanalya/ Freepik

Nicole D'Almeida

Colaboração para Tilt

11/06/2021 11h38

Não há nada quase mais irritante do a internet parar de funcionar quando mais precisamos dela. E você sabia que a chuva, ventos fortes ou até um dia de forte calor podem causar problemas de conexão?

Alguns tipos de infraestruturas de rede de internet são mais vulneráveis ao clima do que outras. Essas mudanças podem gerar danos físicos, como entrada de água nas conexões elétricas, por exemplo, e interferir no sinal sem fio.

Vejamos abaixo como os efeitos da natureza podem interferir na sua conexão.

Chuva

Uma conexão com a internet pode envolver cabeamento usado na rede telefônica antiga e conexões de fibra óptica mais modernas. Além de conexões sem fio, como Wi-Fi, micro-ondas e rádio via satélite.

Durante uma chuva forte ou tempestade com fortes ventos, o rompimento de cabos e fiações pode acontecer. Isso afeta diretamente a recepção de sinal de banda larga e da TV também. As infraestruturas que usam cabos subterrâneos podem ser afetadas por inundações. A umidade é grande inimiga quando isso acontece.

Neste caso, o reparo é feito diretamente nos postes: restaurando a energia elétrica e, em seguida, uma equipe da área de telecomunicações atua no local. O processo pode levar até quatro horas.

Há também os equipamentos que fazem uma reconfiguração da rede, caso uma falha seja notada e o religador não consiga resolver. Nesses casos, a região acaba ficando sem luz, mas esses equipamentos são capazes de diminuir o estrago identificando onde está o defeito, isolando essa falha e, assim, reenergizando todos os outros clientes por meio de uma reconfiguração dos postes que levam energia elétrica.

Como dito anteriormente, há também as conexões sem fios e, em dias chuvosos, problemas de conexão nos serviços via satélite podem ocorrer com uma certa frequência.

Os sinais de satélite são transmitidos por ondas de rádio, que viajam ao ar livre, mas podem ser desviados ou dispersos quando passam pela água, edifícios e folhagem densa. Por isso, a conexão sem fio enfraquece durante o tempo ruim, uma vez que as partículas de água no ar desviam e quebram o sinal de rádio, resultando em um sinal irregular ou fraco.

Calor excessivo

Os eletrônicos também sofrem com o calor excessivo. Os aparelhos tendem a funcionar mais lentamente quando expostos ao calor extremo. Até mesmo os cabos podem sofrer danos físicos capazes de afetar a conexão.

A alta temperatura pode diminuir o tempo de vida útil dos semicondutores (os chips) e fazer com que as baterias se degradem, deixando os ciclos de carga mais curtos. Deixar os aparelhos dentro de locais quentes, como o carro, ou diretamente sob o sol causa danos nos componentes internos, chegando até parar de funcionar, em alguns casos.

Em dispositivos superaquecidos, a fonte de alimentação provavelmente acaba tendo dificuldades e esse problema pode afetar o equipamento de rede que controla nossa conexão com a internet.

O comportamento humano

Mas não dá para culpar somente o clima por falhas de funcionamento da internet. O comportamento humano também é um grande aliado.

Muitas vezes, a lentidão da conexão de rede em dias de chuvas mais fortes é causada por um tráfego de internet maior do que o normal, afinal, as pessoas costumam ficar mais em casa nesses momentos.

Quando o uso da internet ao mesmo tempo aumenta de forma significativa, a largura de banda limitada disponível é rapidamente consumida, o que pode resultar em lentidão. Porém, saiba que não é somente na sua casa que a conexão está lenta, outras casas estão passando pelo mesmo problema que você.

Na dúvida, verifique com a empresa responsável pela internet da sua casa (e do celular, se for preciso) se existe alguma falha técnica na sua região. Em geral, elas avisam o tempo previsto para a correção dos problemas.