PUBLICIDADE
Topo

Biógrafo revela juventude ousada de Bill Gates: 'Não era apenas um nerd'

Revelação foi publicada em biografia em 1998 por jornalista - Reprodução
Revelação foi publicada em biografia em 1998 por jornalista Imagem: Reprodução

Colaboração para o Tilt, em São Paulo

10/05/2021 18h37Atualizada em 11/05/2021 08h35

Autor de duas biografias sobre Bill Gates lançadas nos anos 1990, o jornalista James Wallace, de 74 anos, falou sobre o divórcio do bilionário ao Daily Mail, destacando alguns trechos da obra "Overdrive: Bill Gates e a corrida para controlar o ciberespaço", de 1998, em que detalhou episódios polêmicos da juventude do gênio da tecnologia.

Conforme escreveu Wallace há quase 23 anos, após apurar a vida do fundador da Microsoft, o empresário não fazia o "estilo nerd" e costumava promover grandes festas, com atrações como nadar com strippers na piscina.

"Muitos daqueles garotos da Microsoft naquela época eram jovens com camisetas manchadas de pizza por dois ou três dias trabalhando em código de software", disse o ex-repórter investigativo do Seattle Post-Intelligencer.

"Mas Gates e seus amigos davam festas bem agitadas, onde saíam e pegavam strippers em Seattle e as traziam para a casa de Bill. Ele não era apenas um pequeno nerd de computador. Ele tinha uma vida naquela época", afirmou o jornalista.

Ele ainda diz que Gates não era fiel em seus primeiros meses de relacionamento com Melinda Gates, antes Melinda French. Os dois anunciaram o divórcio após 27 anos de casamento no final da semana passada.

Entre seus diversos bens compartilhados, o casal tem uma mansão avaliada em R$ 680 milhões.

French estava bem ciente do lado mulherengo de Gates e, consequentemente, o relacionamento deles esquentava e esfriava. A certa altura, eles se separaram por quase um ano, supostamente porque Gates se recusou a assumir qualquer tipo de compromisso. Mas quando eles voltaram a ficar juntos, em 1992, o relacionamento ficou mais próximo e mais forte.

Wallace conta ainda que a vida "de mulherengo" do empresário não era publicada pela imprensa "porque Gates e a Microsoft forneciam furos de reportagem para grandes jornais, como o New York Times, e nenhum deles queria que o fluxo de informações parasse".

O amigo próximo de Gates e ex-executivo da Microsoft Vern Raburn, de 70 anos, confirmou o antigo estilo de vida do magnata ao Daily Mail, mas afirmou que Gates passou a ser fiel quando estreitou os laços com Melinda.

"Bill gostava de festas. Mas nunca vi nada disso depois do casamento. Na verdade, jantei com ele uma noite. Ele disse que estava muito orgulhoso de não ter feito nada disso desde que se casou", afirmou o amigo.

"Eu realmente espero que Bill e Melinda acabem sendo felizes. Eu mesma me divorciei há cerca de 12 anos", continuou o ex-funcionário da empresa de americana.

Mas apesar da separação, até mesmo o biógrafo, Wallace, diz não acreditar que Gates, hoje com 65 anos, voltará a ter a vida desregrada de seus tempos de solteiro.