PUBLICIDADE
Topo

Após possível ataque, serviços do site do STF começam a ser restabelecidos

Fellipe Sampaio/STF
Imagem: Fellipe Sampaio/STF

De Tilt, em São Paulo

10/05/2021 16h54

Após ter sido alvo de um possível ataque hacker e sair do ar na madrugada da última quinta-feira (6), o site do Supremo Tribunal Federal (STF) está tendo, pouco a pouco, os seus serviços normalizados.

De acordo com o órgão, as operações de acompanhamento processual, pesquisa de jurisprudência e a divulgação da pauta de julgamentos estão disponíveis.

No entanto, outras páginas internas seguem em manutenção e serão restabelecidas para usuários externos gradualmente nos próximos dias.

O STF identificou um acesso fora do padrão em seu portal e, para garantir a segurança das informações, o retirou do ar para usuários externos. Segundo o órgão, foram iniciadas análises e reforço de segurança em todas as páginas.

Ainda de acordo com informações do STF, o acesso fora do padrão foi contido enquanto ainda estava em andamento e, segundo informações preliminares, somente dados públicos ou de características técnicas do ambiente foram acessados, sem comprometimento de informações sigilosas — o STF não detalhou, no entanto, que informações foram vazadas.

Foi revelado ainda que o acesso não teve intuito de "sequestro" de ambiente, com características de ransomware, mas apenas de obtenção de dados. O caso está sendo investigado sob sigilo pelas autoridades competentes.

Confira, abaixo, que serviços estavam disponíveis no site do STF no final da manhã desta segunda-feira (10):

Páginas liberadas:

  • Homepage
  • Peticionamento eletrônico
  • Acompanhamento Processual
  • Pauta de julgamentos
  • Pesquisa de jurisprudência
  • Acompanhamento do Plenário Virtual
  • Notícias

Páginas em manutenção:

  • Certidão
  • Ata de Distribuicão
  • DJe
  • Custas Processuais
  • Repercussão Geral
  • Agenda do presidente
  • Agenda dos ministros
  • Transparência e prestação de contas
  • Listagem de todas as notícias
  • Central do Cidadão / Fale conosco
  • Portal Internacional
  • Informe Mercojur