PUBLICIDADE
Topo

Samsung aposenta a linha Galaxy S8 e deixa de atualizá-la; e agora?

Galaxy S8 - Leszek Kobusinski / Shutterstock
Galaxy S8 Imagem: Leszek Kobusinski / Shutterstock

Felipe Oliveira

Colaboração para Tilt

05/05/2021 12h22

Um comunicado divulgado pela Samsung em sua página oficial de suporte mostrou que a linha Galaxy S8 será quase toda "aposentada".

Segundo a fabricante sul-coreana, os Galaxy S8 e S8 Plus não receberão mais atualizações de software, após quatro anos recebendo os updates de segurança.

Lançado em 2017 para concorrer com o iPhone 8, o smartphone chamou atenção ao chegar às lojas brasileiras com tela infinita. Os aparelhos se apresentaram no mercado nacional com sistema operacional Android 7 "Nougat" e em 2019 recebeu a atualização para Android 9 "Pie".

Desde então os aparelhos recebiam apenas as atualizações de segurança.

Segundo a Samsung, a partir de agora apenas os modelos Galaxy S8 Lite e o S8 Active continuarão recebendo os updates de segurança, mas a atualização será trimestral. Vale lembrar que o fim do suporte não afeta a funcionalidade do aparelho, ou seja, você continuará podendo utilizar seu smartphone, mas sem os udpates de segurança.

Tilt entrou em contato com a Samsung para saber como será o suporte do aparelho a partir de agora, mas a empresa afirmou que está reunindo as informações. Quando elas forem repassadas, esta reportagem será atualizada.

Políticas de atualização da Samsung

Em fevereiro deste ano a Samsung anunciou uma nova política de atualizações para seus smartphones lançados desde 2019 - o que gerou especulações sobre o fim dos updates para a linha Galaxy S8.

De acordo com a fabricante sul-coreana, os dispositivos Galaxy receberão atualizações de segurança regulares por um período mínimo de quatro anos após o lançamento inicial do telefone.

"Na Samsung, nossa prioridade número um é oferecer a melhor e mais segura experiência móvel aos nossos usuários, e estamos constantemente otimizando a segurança de nossos produtos e serviços", disse Seungwon Shin, vice-presidente e chefe da equipe de segurança da Mobile Communications Business, em um comunicado.