PUBLICIDADE
Topo

Samsung é processada nos EUA por "vidro que quebra sozinho" no Galaxy S20

Vidro do módulo de câmera da linha Galaxy S20 é o motivo para o processo - Lucas Carvalho/Tilt
Vidro do módulo de câmera da linha Galaxy S20 é o motivo para o processo Imagem: Lucas Carvalho/Tilt

Thiago Varella

Colaboração para Tilt

29/04/2021 17h27

A Samsung está sendo processada por um grupo de consumidores que reclamam de um suposto defeito no vidro da câmera dos celulares da linha Galaxy S20. Um grupo de pessoas que possuem o aparelho moveu uma ação coletiva contra a empresa sul-coreana nos Estados Unidos por fornecer o aparelho com vidro defeituoso.

De acordo com o escritório de advocacia Hagens Berman, em Nova Jersey, que abriu a ação na última terça-feira (27), o vidro protetor da parte superior do módulo da câmera se estilhaça espontaneamente durante o uso do celular. A ação argumenta também que a Samsung falhou em iniciar um recall, continua a negar reivindicações de garantia e cobra até US$ 400 (mais de R$ 2.000) pelo conserto do aparelho.

A Samsung é acusada formalmente de fraude, violação da garantia e de várias leis norte-americanas de proteção ao consumidor. O defeito estaria afetando toda a série Galaxy S20, incluindo o Galaxy S20, S20+, S20 Ultra e o S20 FE, além de todas as variantes 5G desses telefones.

Os consumidores buscam o reembolso pelos reparos e outros danos sofridos devido ao defeito de design da Samsung e violações de garantia. A ação também busca indenizar os consumidores afetados pela perda de valor do celular.

Procurada por Tilt, a assessoria de imprensa da Samsung no Brasil não comentou o caso até o fechamento da reportagem.