PUBLICIDADE
Topo

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Me ajuda, qual é o melhor celular Xiaomi para comprar?

Arte/UOL
Imagem: Arte/UOL

Cléberson Santos

Colaboração para Tilt

23/04/2021 04h00

Se você acompanha o mercado de celulares, com certeza já se deparou com algum "devoto" da Xiaomi. A empresa chinesa costuma estar entre as cinco que mais vendem smartphones em todo o mundo. Há dois anos ela vende seus aparelhos no Brasil via parceria com a empresa mineira DL, mas seus produtos também são muito procurados nas lojas de marketplaces, que importam por conta própria.

Mas qual é o melhor modelo da Xiaomi para cada tipo de consumidor? Por exemplo, o Mi 10T Pro é um dos melhores modelos disponíveis aqui, mas é caro demais. Já a linha Redmi tem preços mais em conta, mas com algumas desvantagens técnicas. Tilt selecionou cinco aparelhos da fabricante que são boas opções caso você esteja interessado em entender porque a Xiaomi é tão querida pelo público.

Redmi 8A

Redmi 8A - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Lançado em 2019, o Redmi 8A ainda é o melhor modelo básico da Xiaomi. Por menos de R$ 1.000 você leva um aparelho resistente, boa bateria e que também funciona muito bem para jogos, mesmo sem muita resolução de tela.

Contrariando o padrão dos celulares atuais, ele vem com apenas uma câmera traseira de 12 MP. Registra boas imagens em lugares bem iluminados, mas não espere fotos espetaculares feitas com ele.

Ficha técnica: Xiaomi Redmi 8A

  • Tela: 6,22 polegadas, IPS LCD, 720 x 1520 ppx, 270 pixels por polegada
  • Câmera: traseira de 12 MP, frontal de 8 MP
  • Processador: Snapdragon 439
  • Memória: 2 GB RAM
  • Armazenamento interno: 32 GB
  • Bateria: 5.000 mAh
  • Preço*: R$ 899,29

Compre Redmi 8A

Redmi Note 9

Xiaomi Redmi Note 9 - Amazon - Amazon
Imagem: Amazon

O Redmi Note 9 se apresenta como o melhor custo-benefício da Xiaomi. Encontrado no varejo por menos de R$ 2.000, o aparelho se destaca pelo conjunto quádruplo de câmeras. Mas não espere perfeição.

No teste feito por Tilt, as imagens tiradas em céu aberto e com iluminação mais equilibrada foram excelentes, mas à noite o resultado foi apenas satisfatório.

Outro destaque é a sua bateria de 5.020 mAh, que o faz aguentar um dia e meio longe da tomada após uso moderado. Com tela de 6,5 polegadas, o Note 9 é uma boa opção para quem gosta de assistir séries.

O seu maior ponto fraco é o desempenho. Nos nossos testes, aplicativos de redes sociais como Instagram e Twitter travaram, além de ser um pouco lento em comparação a outros aparelhos intermediários.

Ficha técnica: Xiaomi Redmi Note 9

  • Tela: 6,53 polegadas, LCD IPS (2340 x 1080 pixels), 395 pixels por polegada
  • Câmera: traseira de 48 MP (principal), 8 MP (grande angular), 2 MP (macro) e 2 MP (teleobjetiva); frontal de 13 MP
  • Processador: MediaTek Helio G85
  • Memória: 3 GB ou 4 GB de RAM
  • Armazenamento interno: 64 GB ou 128 GB
  • Bateria: 5.020 mAh
  • Preço: R$ 2.115,99

Compre Redmi Note 9

Poco X3 NFC

Poco X3 NFC - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O Poco X3 NFC é o smartphone gamer da Xiaomi. Seu principal destaque é a tela com taxa de atualização de 120 Hz, igual a de outros aparelhos tops de linha como o Galaxy S21.

Seu processador é um SnapDragon 732G e conta com uma tecnologia chamada LiquidCool Plus, que busca reduzir a temperatura do chip. Sua bateria é de 5.160 mAh, que pode ser recarregada em pouco mais de uma hora.

Apesar de voltado aos gamers, o Poco X3 NFC não deixa de ser um intermediário. Não espere rodar jogos com mais de 60 fps (quadros por segundo; a média é de 30 fps) nem continuar com a mão fria após algum tempo jogando.

Em se tratando de câmeras, seu conjunto é um pouco superior ao Redmi Note 9. Garante boas selfies, graças à frontal de 20 MP, mas fica devendo no modo noturno.

Ficha técnica: Poco X3 NFC

  • Tela: 6,67 polegadas, IPS LCD (1080 x 2400 pixels), 395 pixels por polegada
  • Câmera: traseira principal de 48 MP, grande angular de 13 MP, sensor macro de 2 MP e teleobjetiva de 2 MP; frontal de 20 MP
  • Processador: Snapdragon 732G
  • Memória: 6 GB
  • Armazenamento: 128 GB
  • Bateria: 5.160 mAh
  • Preço: a partir de R$ 2.999,99

Compre Poco X3 NFC

Mi A3

Mi A3 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

Uma coisa que você precisa saber sobre os celulares Xiaomi é que eles possuem uma interface própria, a MIUI. Claro, é possível trocar a aparência dele usando um launcher —ou seja, uma interface Android nova baixada na Play Store— mas se ainda assim você prefere um "Android puro", a marca chinesa conta com o seu Mi A3.

Apesar de ter saído de linha na loja oficial da Xiaomi no Brasil no fim do ano passado, ele ainda pode ser encontrado em vários marketplaces. É um aparelho bem bonito, com corpo de metal de traseira de vidro, com o mesmo nível de proteção da tela, o Gorilla Glass 5. Por conta desses detalhes, ele é um aparelho um pouco mais pesado e também muito liso, por isso exige uso de capinha para evitar quedas.

Em se tratando de desempenho, o A3 deixa um pouco a desejar. Seu processador, o Snapdragon 665, é mais focado no baixo consumo de energia, que somado à excelente bateria do aparelho, garante boas horas de uso.

Ficha técnica: Mi A3

  • Tela: 6.08 polegadas, Amoled (720 x 1560 pixels), 283 pixels por polegada
  • Câmera: traseira de 48 MP na principal + 8 MP + 2 MP; frontal de 32 MP
  • Processador: Snapdragon 665
  • Memória: 4 GB de RAM
  • Armazenamento interno: 64 GB
  • Bateria: 4.030 mAh
  • Preço: R$ 1,550.00

Compre Mi A3

Mi Note 10

Mi Note 10 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

É um dos melhores celulares da Xiaomi no Brasil, mas não deixa de ser um intermediário. O desempenho é o principal ponto negativo do modelo. Seu processador Snapdragon 730G não aguenta a ótima qualidade das imagens. Ao tirar uma foto de 108 MP, o celular demora um tempinho para processar a imagem. Se você quiser abrir a foto e ver seus detalhes com nitidez, tem de esperar um pouco mais.

A câmera principal do Mi Note 10 é de enormes 108 MP. O conjunto traseiro conta com um total de cinco lentes. Há uma câmera teleobjetiva com zoom de 5 MP, outra também tele com capacidade de 12 MP e zoom ótico de 2x. Além da grande angular, de 20 MP, e a macro, de 2 MP, que serve para tirar foto de coisas bem pequenininhas.

Sua bateria tem capacidade de 5.260 mAh. Isso quer dizer que ele consegue ficar pelo menos um dia e meio sem uma nova recarga. Se você não exigir tanto, chega a dois ou três dias longe da tomada. O modelo também vem com um carregador potente, que demora uma hora para atingir os 100% de carga.

Ficha técnica: Mi Note 10

  • Tela: 6,47 polegadas Amoled (1.080 x 2.340 pixels), 398 pixels por polegada
  • Câmera: traseira 108 MP (principal); 20 MP (grande angular); 12 MP (telefoto); 5MP (telefoto); 2 MP (macro); frontal de 32 MP
  • Processador: Snapdragon 730G
  • Memória: 6GB de RAM
  • Armazenamento interno: 128 GB
  • Bateria: 5.260 mAh
  • Preço: R$ 6.999,99

Compre Mi Note 10

Mi 10T Pro

Mi 10T Pro - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O Mi 10T Pro é o top de linha da Xiaomi disponível por aqui. Ele é uma versão melhorada do Mi 10, que curiosamente não foi lançado oficialmente no país, sendo encontrado apenas por meio de importadores.

A principal diferença entre ele e o Mi 10 é a tela com 144 Hz de taxa de atualização, superior não só ao seu irmão como também de concorrentes, como o Galaxy S21.

Apesar do ganho em exibição, houve perda em qualidade. A tela é feita de LCD em vez de Oled, o que significa menos brilho e contraste. O aparelho conta com três câmeras traseiras, sendo a principal delas de 108 MP. As imagens feitas pelo Mi 10 são melhores, mas o conjunto não decepciona.

Ficha técnica: Mi 10T Pro

  • Tela: 6,67 polegadas, IPS LCD, 1080 x 2340 ppx, 386 pixels por polegada
  • Câmera: traseira principal de 108 MP, grande angular de 13 MP e macro de 5 MP; 20 MP na frontal
  • Processador: Snapdragon 865
  • Memória: 8 GB de RAM
  • Armazenamento: 256 GB
  • Bateria: 5.000 mAh
  • Preço: R$ 4,077.00

Compre Mi 10T Pro

Veredito

Se fosse possível definir o modelo que deixaria qualquer um satisfeito, nossa aposta seria o Mi Note 10. Para quem busca um bom modelo intermediário, talvez valha a pena juntar um pouco mais de dinheiro para comprá-lo. Em algumas lojas, a diferença dele para o Redmi Note 9 é de pouco mais de R$ 300.

Já para quem busca um top de linha, trocar o Mi 10T Pro pelo Mi Note 10 pode representar uma economia de quase R$ 2.000. Há o ponto positivo de haver no 10T Pro cinco câmeras traseiras e uma bateria de autonomia superior. Para quem joga, a tela de 144 Hz do Mi 10T Pro pode pesar mais. Quem busca brilho e nitidez das imagens pode preferir o Amoled do Mi Note 10.

* Preços pesquisados em 15 de abril de 2021. Para efeitos de comparação, usamos os valores oferecidos no site da Xiaomi no Brasil e em lojas de marketplace. Não foram considerados outros descontos ou promoções de pré-venda.

* O UOL pode receber uma parcela das vendas pelo link recomendado neste conteúdo. Preços e ofertas da loja não influenciam os critérios de escolha editorial.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL