PUBLICIDADE
Topo

Quatro astronautas iniciam viagem à ISS para viver no espaço por seis meses

Lançamento do foguete Falcon 9 para Missão Crew-2 ocorreu no Cabo Canaveral, nos Estados Unidos - Thom Baur/Reuters
Lançamento do foguete Falcon 9 para Missão Crew-2 ocorreu no Cabo Canaveral, nos Estados Unidos Imagem: Thom Baur/Reuters

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

23/04/2021 07h59Atualizada em 23/04/2021 08h16

A Nasa e a empresa de foguetes comerciais de Elon Musk, SpaceX, enviaram hoje, em lançamento por volta das 7h (de Brasília) no Cabo Canaveral (Flórida), uma nova equipe de quatro astronautas para a Estação Espacial Internacional (ISS). Eles integram a missão Crew-2 e tem a chegada prevista à estação espacial para amanhã.

Os enviados são Shane Kimbrough e Megan McArthur —o comandante e a piloto da nave, respectivamente—, ambos dos Estados Unidos (Nasa), além de Akihiko Hoshide, do Japão (agência espacial Jaxa), e Thomas Pesquet, da França (da agência espacial europeia ESA). Todos já estiveram no espaço antes.

Eles vão morar e trabalhar na órbita da Terra por seis meses, com três astronautas que já estão lá há duas semanas —Oleg Novitski e Piotr Dubrov, da agência russa Roscosmos, e Mark Vande Hei, da Nasa— completando a Expedição 66 da ISS. Entre suas tarefas estão: experimentos científicos na microgravidade, instalação de novos painéis solares e observações de nosso planeta.

O lançamento é mais uma parceria da Nasa com a SpaceX, de Elon Musk, e com agências espaciais de outros países. Faz parte do Programa de Tripulação Comercial (Commercial Crew), que prevê voos regulares à estação, para transporte de pessoas e suprimentos, com naves e tecnologias de empresas privadas. Foi usado um foguete Falcon 9 e uma cápsula Crew Dragon Endeavour, ambos reutilizáveis.

A Estação Espacial agora fica superlotada, com 11 pessoas. Mas vai durar pouco. Quatro tripulantes da Crew-1, missão lançada em novembro do ano passado, voltarão para casa na próxima quarta-feira (28). Serão Michael Hopkins, Victor Glover e Shannon Walker, da Nasa, e Soichi Noguchi, da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão. Eles vão cair no oceano Atlântico, na costa da Flórida, a bordo da mesma cápsula Dragon Resilience que os levou ao espaço.

A cápsula usada nesta missão foi a mesma em que Robert Behnken e Douglas Hurley voaram na Demo-2, primeira missão de testes da Nasa com a SpaceX no ano passado. O primeiro estágio do foguete Falcon 9 também foi o mesmo usado pela Crew-1.

Quem são os novos tripulantes?

Megan McArthur, astronauta da Nasa - SpaceX - SpaceX
Imagem: SpaceX

Megan McArthur, da Nasa, pilotará a Crew Dragon. Engenheira aeroespacial e PhD em oceanografia, esta é a segunda vez que ela vai ao espaço. Em 2020, ela participou da STS-125, a última viagem do ônibus espacial para manutenção do Telescópio Espacial Hubble. Megan fará aniversário a bordo da ISS, em 30 de agosto, quando completará 50 anos.

Robert Shane Kimbrough, astronauta da Nasa - SpaceX - SpaceX
Imagem: SpaceX

Robert Shane Kimbrough, da Nasa, será o comandante da viagem. Tenente-coronel e piloto de helicóptero Apache do Exército dos Estados Unidos, já passou, ao todo, 189 dias no espaço, incluindo seis caminhadas espaciais (quando o astronauta veste seu traje especial e sai da ISS para reparos externos). Sua primeira ida à órbita foi em 2008, na missão STS-126 do ônibus espacial Endeavour, que deu continuidade à construção da Estação Espacial. Em 2016, ele fez parte da Expedição 49/50. Passará seu aniversário de 54 anos, em 4 de junho, no espaço.

Akihiko Hoshide, astronauta da Jaxa (Agência de Exploração Aeroespacial do Japão) - SpaceX - SpaceX
Imagem: SpaceX

Akihiko Hoshide, 58, é astronauta da Jaxa (Agência de Exploração Aeroespacial do Japão). Engenheiro mecânico e mestre em engenharia aeroespacial, atuará como especialista de missão. Ele trabalhou no desenvolvimento de foguetes e já passou duas temporadas na ISS: na viagem STS-124 do ônibus espacial Discovery, em 2008, que instalou o Módulo Experimental Japonês, e na Expedição 32/33, em 2009. Totaliza 140 dias no espaço e três caminhadas no espaço.

Thomas Pesquet, astronauta da ESA (Agência Espacial Europeia) - SpaceX - SpaceX
Imagem: SpaceX

Thomas Pesquet, 43, representa a ESA (Agência Espacial Europeia). O francês é engenheiro aeroespacial, com especialização em controle e design de espaçonaves, e foi piloto de jatos comerciais. Antes de ir ao espaço, atuou no centro de controle de missões, na área da comunicação com astronautas. Sua primeira e única missão fora da Terra foi em 2016, como engenheiro de voo da Expedição 50/51, acumulando 197 dias no espaço e duas caminhadas.