PUBLICIDADE
Topo

Jovem compra domínio do Google na Argentina por R$ 16 e derruba site

Imagem: Mitchell Luo (Unsplash)
Imagem: Imagem: Mitchell Luo (Unsplash)

Do UOL, em São Paulo

23/04/2021 19h31

O site do Google na Argentina ficou algumas horas fora do ar, na última quarta-feira (21), após um jovem descobrir que o domínio (www.google.com.ar) estava disponível no mercado e comprá-lo por $ 270 pesos argentinos (US$ 2,89 ou R$ 15,88, na cotação atual).

Segundo os jornais "Clarín" e "La Nación", Nicolás David Kuroña descobriu que o domínio do Google estava disponível ao realizar uma pesquisa na página no site NIC Argentina, instituição responsável pelo registro de endereços de sites no país.

"Vi que o domínio estava disponível e comprei", explicou o jovem, em seu perfil no Twitter.

Os domínios "com.ar" vencem a cada ano e precisam ser renovados. Quando se vence o registro, e não é renovado, o domínio é liberado de forma automática.

Após entrar no site (e ver a disponibilidade), Nicolás então adquiriu e registrou o domínio em seu nome. Ele diz ter desembolsado cerca de $ 270 pesos. "Foi tudo legal. Tenho a fatura da compra. Então, assim, estou tranquilo", afirmou o rapaz.

A página do Google saiu do ar por volta das 22h (horário local), logo depois do registro feito por Nicolás. Houve repercussão nas redes sociais e reclamações de internautas que não conseguiam acessá-la (até então, ninguém sabia do que se tratava).

O buscador só voltou ao normal depois da meia-noite, quando o Google aparentemente conseguiu reverter o problema e pegar o domínio de volta.

Um grupo autodenominado Open Data Córdoba (que se dedica a rastreios de domínios argentinos vencidos) disse a sites locais que o domínio do Google não estava vencido, e que isso ocorreria somente em julho.

Até agora, nem Google nem o site NIC.ar explicaram o que aconteceu exatamente.