PUBLICIDADE
Topo

Nasa contrata SpaceX, de Elon Musk, para pousar astronautas na Lua

Ilustração do módulo da SpaceX que astronautas usarão para pousar na Lua - SpaceX
Ilustração do módulo da SpaceX que astronautas usarão para pousar na Lua Imagem: SpaceX

De Tilt, em São Paulo*

16/04/2021 20h00

A Nasa anunciou hoje que escolheu a SpaceX, do bilionário Elon Musk, para desenvolver o módulo que permitirá que seus astronautas pousem na Lua. O contrato entre a agência espacial norte-americana e a empresa de exploração espacial privada vai custar US$ 2,89 bilhões (mais de R$ 16 bilhões) e superou a proposta de rivais como Blue Origin, do bilionário Jeff Bezos, dono da Amazon.

O plano da Nasa é levar astronautas de volta à Lua até 2024, pela primeira vez desde o fim das missões Apollo em 1972. A agência usará um foguete próprio, o SLS (Space Launch System) para levar sua equipe a bordo da nave Orion até a órbita da Lua, onde eles serão transferidos para o módulo de pouso que os permitirá tocar o solo do satélite natural da Terra. É esse módulo de pouso que a SpaceX vai fabricar.

A empresa de Elon Musk já tem outros contratos com a Nasa. Em novembro de 2020, a agência espacial usou um foguete da SpaceX, o Falcon 9, para enviar astronautas para a Estação Espacial Internacional.

Mais cedo nesta semana, a SpaceX, controlada pelo bilionário Elon Musk, anunciou que levantou cerca de 1,16 bilhão de dólares em financiamento.

No ano passado, SpaceX, Blue Origin e Dynetics ofereceram propostas para o contrato da Nasa, que envolve a construção de sistemas capazes de transportar astronautas à Lua até 2024, de modo a cumprir um cronograma acelerado da Casa Branca, que tem planos de missões a Marte a partir da Lua.

Diferente da missões Apollo que aconteceram há mais de 50 anos, a Nasa está se preparando para uma presença de longo prazo na Lua de modo a permitir que seres humanos possam chegar a Marte. O plano conta principalmente com suporte de companhias privadas de exploração espacial.

*Com informações da Reuters.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado, o plano da Nasa é levar astronautas de volta à Lua até 2024 por meio da nave Orion. Anteriormente, o texto destacava a sonda Osiris. O erro foi corrigido.