PUBLICIDADE
Topo

Após falha, Instagram e Facebook voltam; empresa culpa mudança interna

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Lucas Carvalho

De Tilt, em São Paulo

08/04/2021 19h08Atualizada em 08/04/2021 20h05

O Facebook e o Instagram sofreram instabilidade na noite desta quinta-feira (8). As duas redes sociais, que pertencem à mesma empresa, apresentavam mensagens de erro ao tentar atualizar o feed, de acordo com relatos no Twitter. Houve também quem reclamasse de lentidão no WhatsApp Web. Os problemas parecem ter sido resolvidos minutos depois.

Em nota enviada a Tilt. o Facebook, que é dono dos três apps, explicou que "uma mudança de configuração fez com que os serviços do Facebook ficassem indisponíveis para algumas pessoas. Rapidamente investigamos e corrigimos o problema. Pedimos desculpas por qualquer inconveniente."

No site Downdetector, que registra relatos de falhas de serviços online em todo o mundo, houve um pico de quase 10 mil reclamações a respeito do Instagram por volta das 18h30 (de Brasília) no Brasil. Nos testes feitos por Tilt, as duas redes sociais já estavam funcionando normalmente por volta das 19h.

No aplicativo do Instagram, a mensagem "Não foi possível atualizar o feed" aparecia para quem tentava ver novas fotos. Já a versão web da rede social (instagram.com) ficava congelada exibindo o logo.

Downdetector do Instagram em 8 de abril de 2021 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

No Facebook, os problemas foram mais visíveis na versão para PC. Ao acessar a rede social, surgia a mensagem "Service Unavailable" (serviço indisponível, em inglês).

Downdetector do Facebook em 8 de abril de 2021 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

O WhatsApp, outro app que pertence ao mesmo grupo, não ficou fora do ar, mas a versão para computadores do aplicativo, o WhatsApp Web, ficou mais lenta para algumas pessoas.

Downdetector do WhatsApp em 8 de abril de 2021 - Reprodução - Reprodução
Imagem: Reprodução

É a segunda vez em menos de um mês que as redes sociais sofrem com instabilidade. Em 19 de março, a empresa alegou que houve "instabilidade técnica", mas não deu detalhes sobre o que causou o problema. Na ocasião, os mais afetados foram WhatsApp e Instagram.