PUBLICIDADE
Topo

Fotógrafo amador faz imagem incrível do Sol diretamente de seu quintal

Imagem do Sol feita pelo fotógrafo amador Jason Guenzel - Reprodução/Jason Guenzel
Imagem do Sol feita pelo fotógrafo amador Jason Guenzel Imagem: Reprodução/Jason Guenzel

Lucas Santana

Colaboração para Tilt*

08/03/2021 16h17

O fotógrafo amador Jason Guenzel conseguiu uma proeza de produzir uma foto do Sol digna dos melhores telescópios do planeta, que antes era privilégio de grandes instituições que atuam na exploração espacial, como a Nasa e ESA (Agência Espacial Europeia).

A foto, feita no último dia 27 de fevereiro, mostra detalhes tão precisos da estrela que fica difícil acreditar que ela foi tirada da Terra, no quintal da casa do artista em Michigan, nos Estados Unidos.

O norte-americano divulgou em suas redes sociais e no perfil The Vast Reaches do Instagram, onde costuma publicar os seus trabalhos e demais curiosidades sobre o espaço. O resultado surpreendeu os internautas.

Amador mas nem tanto

A imagem do Sol foi capturada a partir de um conjunto de equipamentos amadores que Jason mantém em casa: um refrator acromático, um filtro de luz solar e um sensor especial acoplados a um tripé.

O fotógrafo ainda utilizou um filtro especial de hidrogênio alfa que revelou novas camadas do plasma presente na cromosfera do Sol. Juntos, os equipamentos não passam de US$ 4 mil em valor.

Depois de capturada, a fotografia foi tratada em um software específico desenvolvido por Jason que revela contrastes incríveis escondidos no oceano de luz do Sol.

Em suas redes sociais, o fotógrafo afirmou que a imagem retrata a Região Ativa 2804, onde há uma gigantesca mancha solar maior do que o diâmetro da Terra. "A imagem processada da cromosfera solar revela a complexidade do campo magnético que envolve nossa estrela", afirmou Guenzel para os seguidores.

Apaixonado pelo espaço

No Instagram do artista, cheio de imagens do céu noturno, dá para ver que Jason se tornou um verdadeiro especialista em capturar cenas espetaculares a partir do seu quintal, como a nebulosa abaixo, conhecida como Nebulosa da Alma (IC1848), que levou 38 horas apenas para ser capturada em longa exposição.

A obsessão de Jason pelo espaço já o levou a capturar imagens de outros planetas do sistema solar, detalhes da Lua e outra incrível imagem do Sol, desta vez em um vídeo das famosas explosões solares.

*Com informações do site Futurism