PUBLICIDADE
Topo

Com brilho intenso, meteoro é registrado no Rio Grande do Sul

Hygino Vasconcellos

Colaboração para Tilt, em Chapecó (SC)

26/02/2021 09h59

A queda de um meteoro foi registrada às 20h30 de ontem (25) no Rio Grande do Sul. As imagens foram feitas pelo Observatório Espacial Heller & Jung, localizado em Taquara, na região metropolitana de Porto Alegre.

O meteoro é considerado do tipo fireball (bola de fogo na tradução livre), devido ao alto brilho, que supera inclusive o planeta Vênus. Porém, fica abaixo da luminosidade da Lua.

O fenômeno durou apenas seis segundos. Depois de entrar na atmosfera terrestre, o meteoro seguiu para o oceano.

Na noite de ontem, a Lua tinha magnitude de brilho de -12, enquanto o bólido estava com -9, segundo Carlos Fernando Jung, diretor científico da Bramon (Brazilian Meteor Observation Network) e dono do observatório.

"Considerando as quedas de meteoros de elevada magnitude desde 2019 neste período de janeiro a fevereiro, pode-se dizer que ocorreu um aumento no número de quedas", afirmou Jung. Possivelmente, o meteoro foi visto em Santa Catarina, em locais com o céu não nublado, acrescentou.

"Iluminou até meu pátio", disse o jornalista Maicon Bock.nas redes sociais. Após o seu relato, outros internautas comentaram que também haviam presenciado o clarão do fenômeno.

"Simmm. Eu moro na zona norte e iluminou muuuiiitto meu pátio. Eu e meu filho vimos. Espetáculo!", afirmou uma internauta. "Eu vi no litoral", afirmou outra.

Em outubro do ano passado, a queda de um grande meteoro iluminou o céu de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Na época, muitas pessoas se assustaram com o fenômeno, que foi captado por um satélite e câmeras de astrônomos profissionais e de amadores do Sul do país.

O objeto teve brilho superior ao da Lua cheia. Por isso, foi chamado de superbólido. O espetáculo clareou a noite por volta de 1h09, durante menos de dez segundos, o suficiente para ser presenciado por dezenas de pessoas da região.