PUBLICIDADE
Topo

Saudades do jogo da cobrinha? Nokia 110 traz o clássico e custa R$ 169

Snake, "o jogo da cobrinha", no celular Nokia 110 - Divulgação
Snake, "o jogo da cobrinha", no celular Nokia 110 Imagem: Divulgação

Marcella Duarte

Colaboração para Tilt

10/02/2021 16h29Atualizada em 12/02/2021 11h11

O primeiro aparelho da linha de basicões da HMD Global acaba de chegar ao Brasil. O Nokia 110 é uma releitura do Nokia 3310 "tijolão", icônico celular que fez sucesso nos anos 2000. Com visual minimalista vintage, ele tem fabricação nacional.

O aparelho está disponível no Brasil a partir desta quarta-feira (10) apenas na cor preta —em outros países há versão azul e rosa. O preço sugerido é R$ 169. O novo aparelho tem bateria de longa duração, leitor de MP3, rádio FM e cinco jogos, incluindo o "Snake", o famoso "jogo da cobrinha", em uma versão mais moderna. Os outros jogos incluídos de fábrica são: "Ninja Up", "Air Strike", "Football Cup" e "Doodle Jump".

Celular Nokia 110, que é uma versão moderna do Nokia 3310 - Divulgação - Divulgação
Celular Nokia 110, que é uma versão moderna do Nokia 3310
Imagem: Divulgação

"Neste lançamento, estamos saudando os celulares Nokia que muitas pessoas lembram com carinho, mas trazemos uma experiência renovada com a tecnologia atual: o Nokia 110 traz aos nossos fãs brasileiros um aparelho divertido que inclui música, jogos e o essencial para o dia a dia que você espera de um celular, em um design moderno e durável", conta Junior Favaro, diretor de vendas e marketing da HMD Global no Brasil.

A bateria de 800 mAh —que parece pequena, mas neste modelo é bastante— é removível, como nos aparelhos antigos, e permite até 27 horas de reprodução contínua de música. Em modo de espera, pode durar até 18 dias. Para caber ainda mais faixas MP3, o armazenamento interno de 32 MB pode ser expandido com cartão de memória de até 32 GB.

Nokia 3310 - Reprodução - Reprodução
Este é o Nokia 3310, que era conhecido por "tijolão"
Imagem: Reprodução

Seguindo a tradição, o Nokia 110 foi feito para durar, com construção robusta, resistente a impactos, e tela pequena (1,77 polegadas, colorida, com resolução de 180 x 120 pixels). A câmera traseira tem resolução 0,3 MP QVGA, com flash.

O celular usa o KaiOS, um sistema operacional para telefones mais simples, e processador Unisoc 6531E. Há uma entrada de 3,5 mm para conectar fones de ouvido; o carregamento é feito pela porta micro USB; e é possível usar dois chips de operadora ao mesmo tempo (Dual SIM).

"Os telefones básicos continuam sendo muito relevantes no mercado global, principalmente para as pessoas que buscam por aparelhos mais acessíveis para continuar conectadas. Ou até mesmo para aqueles que querem fazer um 'detox' das redes sociais sem perder o contato com aqueles que amam", diz Favaro.

Nokia 110: ficha técnica

  • Dimensões: 115,15 x 49,85 x 14,3 mm
  • Plataforma de software: Nokia Series 30+
  • RAM: 4 MB
  • CPU: SPRD 6531E
  • Tela: 1,77" tipo QQVGA
  • Micro USB (USB 2.0)
  • Cartões SIM: Dual SIM
  • Tipo de cartão SIM: Mini-SIM 4FF
  • Memória interna: 32 MB
  • Entrada para cartões microSD: Suporta até 32 GB
  • Rádio FM
  • Entrada de fone de ouvido de 3,5 mm
  • Câmara traseira tipo QVGA
  • Bateria amovível de 800 mAh
  • Tempo de standby de até 18,5 dias
  • Tempo de conversação de até 14 horas
  • Reprodução de MP3 durante, no máximo, 27 horas
  • Reprodução de rádio FM durante, no máximo, 18 horas
Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que dizia uma versão anterior deste texto, no último parágrafo (ficha técnica), o teclado do Nokia 110 não é do padrão "qwerty", pois trata-se de um teclado numérico. O erro foi corrigido.
Diferentemente do que dizia uma versão anterior deste texto, no quinto parágrafo, o Nokia 110 possui 32 MB (megabytes) de espaço interno para armazenamento, e não 32 GB (gigabytes). A ficha técnica ao final do texto também errou ao dizer que a memória interna do aparelho é de 4 MB. Os erros foram corrigidos.