PUBLICIDADE
Topo

Mais rico do mundo: veja 5 vezes em que Musk ajudou a inovar a ciência

Elon Musk ultrapassa Jeff Bezos, da Amazon, e assume a liderança do ranking de mais ricos do mundo da Bloomberg - Odd Andersen/AFP Photo
Elon Musk ultrapassa Jeff Bezos, da Amazon, e assume a liderança do ranking de mais ricos do mundo da Bloomberg Imagem: Odd Andersen/AFP Photo

Renata Baptista

De Tilt, em São Paulo

08/01/2021 04h00

O fundador da Tesla, Elon Musk, conseguiu mais uma conquista nesta quinta-feira (7) ao ultrapassar Jeff Bezos, da Amazon, no ranking da Bloomberg, que lista os mais ricos do mundo.

Com um patrimônio estimado em US$ 185 bilhões, o sul-africano é conhecido por ter elevado o nível em diversas aplicações da ciência, engenharia e exploração espacial em suas empresas Tesla (montadora de carros elétricos), SpaceX (indústria de foguetes), Starlink (satélites de banda larga) e Boring Company (infraestrutura e de construção de túneis).

Por outro lado, a índole do empresário é controversa. Recentemente, foi alvo de críticas por minimizar os riscos da covid-19, provocações sobre um suposto golpe na Bolívia ou chamar de "pedófilo" um mergulhador que ajudavam a resgatar 12 meninos presos em caverna na Tailândia.

Língua solta à parte, é inegável a contribuição que o empresário tem dado à ciência. Tilt lista aqui as cinco vezes em que as empresas do bilionário trouxeram ou estão trazendo mais inovação ao mundo.

SpaceX: a conquista do espaço

Parece que o planeta Terra é pouco para o Elon Musk. Tanto que o empresário fundou a SpaceX para permitir o transporte de pessoas da Terra a outros planetas e à Lua, que conseguiu a proeza de construir os primeiros foguetes de estágios reutilizáveis, o Falcon 9 e o Falcon Heavy. Segundo Musk, a equipe está empolgada com o avanço de suas pesquisas em Marte e está confiante que aconteça envios da nave Starship até 2026.

No ano passado, a SpaceX atuou em parceria com a Nasa em missão para o retorno de astronautas da ISS, sendo a primeira vez em que uma empresa privada de exploração espacial alcançou a órbita da Terra.

Starlink e a busca pela melhor internet de satélite

Além de planejar voos ao espaço, Musk tem usado a SpaceX para levar satélites em órbita para o seu projeto Starlink, que prevê um sistema global de internet mais barata e eficiente. Alguns dos 42 mil satélites já foram ao espaço, mas estão inativos e em fase de testes, ao menos por enquanto.

Tesla e os carros elétricos

Como chefe da empresa de carros elétricos Tesla, Musk se diferenciou dos seus concorrentes criando um veículo com design sofisticado, investindo na qualidade da bateria além da aparência e marketing. Até então os carros elétricos não tinham um visual atrativo, o que era refletido com o fracasso nas vendas. Com a mudança nas características, as vendas aumentaram —assim como os valores das ações da empresa.

Um túnel futurista e rápido

O Hyperloop é uma proposta conjunta da Tesla e SpaceX de transporte de passageiros por um tubo subterrâneo com baixa de pressão de ar, para o veículo viajar por trilho a altas velocidades. A Boring Company tem tocado vários projetos do tipo em cidades americanas como Los Angeles, Las Vegas e Washington. Mas como o projeto é de código aberto, outras empresas podem usá-lo —como a Virgin, que em novembro do ano passado fez seu primeiro teste com passageiros em uma pista de teste de 500 metros em 15 segundos, atingindo o equivalente a 172 km/h. O plano é subir esta velocidade para mais de 1.000 km/h.

Neuralink quer conectar cérebros com computadores

A startup de neurociência Neuralink, cofundada por Musk em 2016, apresentou no ano passado algumas conquistas — ainda tímidas — na iniciativa que ele chamou de "jornada para capacitar humanos com superpoderes". Trata-se de um pequeno chip que, ao ser implantado no cérebro, promete curar, por meio de estímulos elétricos, doenças como perda de memória, audição, visão ou movimentos, dores crônicas, convulsões e até mesmo ansiedade, depressão, insônia e vícios.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado em versão anterior do texto, a Tesla não produz carros híbridos. A informação já foi corrigida.