PUBLICIDADE
Topo

WhatsApp gb: versão alternativa tem recursos extras, mas pode ser perigosa

Arte UOL
Imagem: Arte UOL

Bruna Souza Cruz

De Tilt*, em São Paulo

24/12/2020 11h32

O WhatsApp é o serviço de mensagem online mais popular no Brasil. Isso todo mundo já sabe. Mas versões alternativas do aplicativo também fazem bastante sucesso com a promessa de recursos extras, como acontece com a plataforma chamada GBWhatsApp ou WhatsApp GB.

Uma atualização recente fez as buscas pelo programa alternativo aumentarem. Porém, é preciso ficar em alerta em termos de segurança dos seus dados e privacidade.

No primeiro momento, o serviço de mensagens alternativo parece bem atrativo. Ele se parece bastante com o WhatsApp. Uma vez que tem permissão para acessar os contatos, ele permite coisas como:

  • Uso de dois números de telefone de uma só vez
  • Chamada de vídeo com até oito pessoas
  • Não mostra quando você está digitando ou gravando áudio
  • Impede que um contato exclua a mensagem enviada
  • Não mostra se você leu uma mensagem
  • Permite mudar as cores do app
  • Permite ver os Stories de alguém sem que a pessoa saiba
  • Agenda o envio de mensagens

Parece legal, não?

O problema é que o WhatsApp GB se trata de um aplicativo não oficial do WhatsApp. Ele não está disponível na Google Play e nem na Apple Store. Logo, não passou pelos filtros de segurança que as lojas de aplicativos costumam fazer antes de liberar programas para downloads.

Os responsáveis pelo desenvolvimento da plataforma alternativa usaram o código-fonte do WhatsApp sem autorização. Outro sinal de alerta é que o sistema consegue acessar sua lista de amigos sem dar qualquer garantia de privacidade ou segurança, como a criptografia, por exemplo.

Os especialistas de segurança sempre recomendam o uso de aplicativos oficiais baixados diretamente de lojas como Google Play (para dispositivos Android) e AppStore (dispositivos da Apple) para que não existam grandes riscos.

*Com matéria de Rodrigo Lara