PUBLICIDADE
Topo

Asus Zenbook 14 (2020): um notebook bom e estiloso, mas com preço salgado

Laptop Asus Zenbook 14 (2020) - Divulgação
Laptop Asus Zenbook 14 (2020) Imagem: Divulgação

Guilherme Tagiaroli

De Tilt, em São Paulo

23/12/2020 04h00

Para que você quer um notebook? É uma pergunta simples, mas que pode ser complicada dependendo do objetivo de uso do portátil. Se a ideia é ter um dispositivo que entrega "a mais do que o normal", o Zenbook 14 (UX434F), ou simplesmente Zenbook 14 (2020), pode ser a opção que você busca. Pelo menos foi isso o que deu para concluir usando o laptop nos últimos dias.

Importante ressaltar que a linha da Asus conta com notebooks finos, leves, bonitos e com algumas inovações interessantes. Então, o preço dele vai corresponder a essas características —ou seja, estamos falando aqui de um portátil com valor na casa dos R$ 5.000. Nas linhas mais básicas e baratas, a fabricante taiwanesa tem opções como a Vivobook ou a linha Asus Notebooks.

Esclarecimentos à parte, o Zenbook 14 (2020) é, segundo a Asus, uma opção para criadores de conteúdo, empresários e quem lida com artes visuais. Abaixo, as principais características do notebook:

Fiu fiu

Por fora, ele tem um acabamento metálico que, segundo a empresa, tem certificação militar 810G. Na prática, isso quer dizer que o equipamento passou por uma série de testes que indicam que ele é resistente a choque, vibração, temperaturas extremas e umidade, entre outras condições.

Dobradiça Ergolift do notebook Zenbook 14 (2020) - Guilherme Tagiaroli/UOL - Guilherme Tagiaroli/UOL
O interessante é que a dobradiça Ergolift dá uma levantada na base do Zenbook 14 (2020)
Imagem: Guilherme Tagiaroli/UOL

É interessante abri-lo, pois o Zenbook 14 (2020) vem com uma dobradiça que a marca chama de Ergolift. Quando você está em uma superfície plana, um apoio na base da tela levanta a base do laptop, abrindo um espaço melhor para circulação de ar e na saída de som. Sem contar que isso proporciona uma posição melhor para o uso do teclado.

Lateral do Zenbook 14 (2020) - Divulgação - Divulgação
Repare que na base da tela há uma dobradiça que levanta a base do notebook Zenbook 14
Imagem: Divulgação

Falando nisso, o teclado é bem confortável para digitação e é retroiluminado. Portanto, no escuro você não passa perrengue com ele, pois as teclas têm uma leve iluminação. A única dificuldade que tive ao usá-lo foi a tentativa de usar funções secundárias de algumas teclas.

Apesar de ser um teclado padrão ABNT2 —portanto, no padrão brasileiro—, tive dificuldades em conseguir usar a "/" e "?", que ficam junto com as teclas Q e W, respectivamente. Após um tempo, descobri que para acioná-las era necessário teclar Alt Gr (com o Alt convencional não funciona).

A tela de 14 polegadas chama a atenção, pois ela tem bordas mínimas. A marca chega a dizer que o Zenbook 14 tem um corpo de 13 polegadas, mas uma tela de 14. A resolução é Full HD no formato wide (16:9).

Sobre as portas, o computador tem o que se espera de um laptop do tipo: HDMI, uma porta USB-C, duas portas USB-A (3.1 e 2.0), entrada para fone de ouvido de 3,5 mm, leitor de cartão microSD e um espaço para o carregador, que é proprietário.

Detalhe lateral do Zenbook 14 - Guilherme Tagiaroli/UOL - Guilherme Tagiaroli/UOL
Detalhe lateral do Zenbook 14 (2020) fechado
Imagem: Guilherme Tagiaroli/UOL

Uso no dia a dia

O Zenbook 14 vem com Windows 10 Home, o que costuma ser o suficiente para a maioria das pessoas. O bacana do laptop é que ele conta com o Windows Hello, ferramenta biométrica da Microsoft.

Então, a câmera do computador consegue fazer reconhecimento facial, permitindo que o usuário efetue login sem precisar digitar a senha. Como ocorre no Face ID, do iPhone, há sensores de infravermelho que auxiliam na tarefa. Mesmo com pouca iluminação, funciona.

Um dos destaques do Zenbook 14 é o touchpad dele. Diferente da maioria dos outros laptops, você não tem só uma superfície lisa para mover o cursor com os dedos e clicar. Aqui se trata de uma tela sensível ao toque mesmo, chamada ScreenPad, que se parece com o visor de um smartphone.

ScreenPad - Divulgação - Divulgação
Vista superior do ScreenPad, o mousepad do Asus Zenbook 14 (2020), que é na verdade uma tela touchscreen
Imagem: Divulgação

A ideia parece esquisita, mas faz algum sentido. Basicamente, você pode rodar alguns apps nessa telinha para algumas ações rápidas. Um exemplo: a calculadora. Se você quiser fazer uma conta rápida, pode manter a atenção na tela principal e realizar a operação.

ScreenPad, o mousepad do Zenbook 14 - Guilherme Tagiaroli/UOL - Guilherme Tagiaroli/UOL
Detalhe do ScreenPad, do Zenbook 14; acessório é mousepad e uma tela auxiliar sensível ao toque
Imagem: Guilherme Tagiaroli/UOL

Outra conveniência da telinha é o acesso ao teclado numérico. Como você deve saber, quem trabalha com planilhas às vezes sofre com laptops, pois não há um acesso fácil aos numerais. Então, basta ir até a opção Number Key, que o touchpad se transforma em um teclado numérico touchscreen.

É possível ainda configurar o Spotify, o app Filmes & TV (sim, dá para assistir filmes pela telinha), jogar Paciência, abrir o Gravador de Voz do Windows ou usar o recurso Handwriting, no caso de alguém querer fazer uma assinatura digital.

Isso quer dizer que o TouchPad é a melhor invenção das últimas décadas para um laptop? Não, mas a iniciativa parece ser um bom começo para tornar o computador portátil ainda mais esperto, ainda mais para quem tem foco em produtividade.

Ótimo desempenho, mas não para games complexos

Estamos falando de um laptop com processador Intel Core i7 10510U de 10ª geração (um dos mais atuais para aparelhos móveis), 256 GB de armazenamento SSD e 8 GB de RAM, portanto, é uma máquina que não apresentou travamentos durante os testes. O Windows inicia bem rápido; a navegação na web é boa e até o Adobe Lightroom, software para edição de fotos da Adobe, rodou bem. Até o Photoshop rodou liso na máquina.

Isso quer dizer que dá para jogar nele? Bem, se você curte jogos casuais, você vai conseguir rodar tranquilamente. Porém, para jogos mais complexos, sem chance. Isso porque ele tem uma placa de vídeo integrada e, não custa lembrar, este é um laptop bom para a maioria das pessoas, mas não para games pesados. Para isso, a Asus tem uma linha chamada ROG (Republic of Gamers).

Por desencargo de consciência baixei na Steam o game "Warframe", um jogo de ação que se passa num mundo de ficção científica, para ver como ele rodava. Deu para jogar, mas as animações em 3D davam algumas travadas.

Na bateria, a Asus diz que o laptop aguenta até 13,5 horas. Mas este teste foi feito com brilho de tela de 63%, wi-fi ativado e ScreenPad desativada. As operações foram feitas pelo benchmark MobileMark 2014 Office Productivity —este programa rodou uma série de testes com o notebook desconectado da internet, o que não é a minha realidade.

Em minha experiência, usando majoritariamente apps na web, consegui uma autonomia de quatro horas. Mas, importante saber que deixei o brilho no talo (100%), usei o Microsoft Edge (baseado em Chromium) para abrir múltiplas abas e rodando Spotify direto. Tive um resultado semelhante ao ver uma sequência de quatro episódios no serviço de streaming HBO Go, também com brilho no máximo, e a autonomia foi de quatro horas.

Conclusão

O Zenbook 14 é um notebook lindo, leve e claramente inspirado no MacBook Air, da Apple. Ele é daqueles modelos que servem para a maioria das pessoas, mas que não cabe no bolso de todos por causa do valor dele no varejo, que fica na casa dos R$ 5.500 na versão com armazenamento de 256 GB, a mesma usada no teste.

A Asus mostra que está disposta a inovar, sobretudo ao inserir o com o ScreenPad no Zenbook 14. Mesmo assim, me parece uma solução que ainda pode melhorar bastante. Usar o Spotify na telinha é ok, mas é basicamente uma versão miniatura do app convencional, então às vezes pode ser difícil acessar certos controles na tela minúscula.

Em tempos em que cada vez mais se trabalha de casa, a opção da Asus perde um pouco do apelo, pois é leve e bacana, então você não vai conseguir sair por aí desfilando com ele. Agora, se você não abre mão de desempenho e estilo, o Zenbook 14 é um laptop para você ficar de olho.

Especificações técnicas - Zenbook 14 (2020)

  • Processador: Intel® Core? i7 10510U
  • Sistema operacional Windows 10 Home
  • Memória RAM: 8 GB
  • Armazenamento: SSD de 256 GB/SSD de 512 GB
  • Tela: 14 polegadas (35,56 cm na transversal) na proporção 16:9
  • Webcam: HD com infravermelho com suporte a Windows Hello
  • Bateria: 3 Células 50 W Polímero de Lítio
  • Entradas: 1 x HDMI
    1 x Tipo-C USB3.1 (2ª geração)
    1 x Tipo-A USB 3.1 (2ª geração)
    1 x Tipo-A USB2.0
    1 x cartão micro SD
    1 x entrada de áudio p2 de 3,5 mm
  • Rede: Wi-Fi 6 e Bluetooth 5.0
  • Dimensões e peso: 319 x 199 x 16.9 mm (largura x profundidade x altura); 1,26 kg
Quer comprar este notebook? Você pode encontrá-lo aqui.